Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Separatistas afundam navio para finalizar trégua


Das Agências

21/03/2001 | 10:17


Os separatistas tamis puseram brutalmente fim esta quarta-feira à trégua unilateral que proclamaram em dezembro passado, ao afundar um navio da Marinha singlesa, causando a morte de pelo menos 11 marinheiros, informou um porta-voz do Ministério da Defesa.

Os Tigres para a Libertação do Eelam Tamil (LTTE) lançaram um ataque suicida contra dois navios da Marinha do Sri Lanka que tinham acabado de zarpar da costa leste da ilha, precisou um porta-voz ministerial.

O ataque, realizado por várias embarcações pequenas e velozes, ocorreu a uns 15 km das costas de Mullaitivu, uma zona controlada em grande parte pelos LTTE.

"Trata-se da mais grave violação da trégua proclamada de forma unilateral pelos LTTE no dia 24 de dezembro", admitiu o porta-voz, Snath Karunaratne.

Até agora não se registrou nenhuma reação do movimento separatista nem houve informação sobre as perdas dos rebeldes.

Segundo fontes militares, pelo menos 11 marinheiros singaleses morreram e sete foram feridos durante o ataque desta quarta-feira, enquanto vários estão desaparecidos.

Em junho do ano passado, os LTTE afundaram um navio mercante, utilizando na operação seis terroristas kamikazes.

O movimento separatista proclamou uma trégua unilateral no dia 24 de dezembro, que prolongou até 24 de março, mas os LTTE disseram que não atacariam, embora se reservassem o direito de defender-se.

No plano internacional, o movimento rebelde pediu a outros países que pressionem Colombo para que na trégua participem os dois lados em confronto. As autoridades de Colombo alegam que isso só seria possível através de negociações de paz.

Há vários meses que a Noruega se esforça para efetuar uma mediação com vistas ao retorno da paz no Sri Lanka, mas até o momento não conseguiu concretizar nenhuma reunião entre os adversários.

Os Tigres combatem desde 1972 para obter a independência das regiões Norte e Leste do Sri Lanka, onde os tamis são maioria.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;