Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Social-democratas portugueses negociarão coalizão com a direita


Das Agências

21/03/2002 | 09:28


O Conselho Nacional do Partido Social-Democrata (centro-direita), que saiu vitorioso nas legislativas de Portugal no último final de semana, deu aprovação na noite de quarta-feira a seu presidente José Manuel Durão Barroso para negociar um governo de coalizão com o Partido Popular (CDS/PP, direita).

Durão Barroso, que nesta quinta pode ser declarado primeiro-ministro pelo presidente socialista Jorge Sampaio, está também encarregado de formar um "governo sólido e confiável para uma legislatura" de quatro anos, anunciou Manuel Dias Loureiro, um porta-voz do Conselho Nacional.

Dias Loureiro, que falou à imprensa depois de uma reunião com o principal órgão do PSD entre dois congressos, se negou a explicar quando começarão as negociações com o CDS/PP com vistas a formar um governo de coalizão.

O PSD ganhou domingo as eleições legislativas antecipadas cm 40,12% dos votos e tem 102 deputados, enquanto o CDS/PP conta com 14. Os dois partidos juntos conseguem uma maioria absoluta de direita de 116 cadeiras, de um total de 230.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;