Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Derrota faz São Caetano mudar sistema defensivo


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

29/01/2008 | 07:01


Se alguém tinha dúvidas sobre eventuais mudanças no São Caetano em função da derrota para a Ponte Preta, não tem mais. Toda a zaga da equipe foi trocada para a partida desta quarta-feira, contra o Noroeste, no Bruno Daniel, em Santo André.

Titular quase que absoluto ao longo do segundo semestre de 2007 – quebrou a perna no Paulista e só atuou no Brasileiro –, o zagueiro Kléber está de volta ao time e é uma das esperanças do técnico Amauri Knevitz para resolver o problema do setor, que de um jogo para o outro desandou a tomar gols.

Kléber deve assumir o lugar de Rogério, enquanto que o titular da posição, Edson Borges, já recuperado de contusão, substitui a Galiardo, suspenso por levar o terceiro amarelo na derrota para a Macaca, em Campinas. Pelo lado esquerdo da zaga, João Paulo deixa o lugar para Tobi, que cumpria suspensão.

De volta à equipe, na condição de titular – atuou apenas na estréia diante do Rio Preto e ficou na reserva contra a Ponte –, Kléber espera agarrar a oportunidade e não mais sair. “É mais uma oportunidade que estou tendo. Espero ir bem e aí só o treinador é quem decidirá se devo seguir no time”.

Pouco antes do início do coletivo de ontem, Knevitz conversou longamente com todo o elenco e, em seguida, com os que deverão iniciar a partida contra o Noroeste. “Ele [treinador] nos pediu mais atenção na marcação, para trabalharmos mais a bola e nos movimentarmos mais. Nos jogos contra a Portuguesa e Ponte Preta fomos muito bem marcados e não conseguimos jogar. Precisamos achar um jeito de começar a jogar e melhorar”, disse o zagueiro Kléber.

“Ele pediu para nos doarmos mais, que temos de dar sempre algo mais”, completou o atacante Fábio Luís, que volta ao time no lugar de Luan. No ano passado, Fábio Luís defendeu o Santo André e fez dez gols e, no Paulista, já marcou um, na vitória sobre o Corinthians (3 a 1).


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Derrota faz São Caetano mudar sistema defensivo

Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

29/01/2008 | 07:01


Se alguém tinha dúvidas sobre eventuais mudanças no São Caetano em função da derrota para a Ponte Preta, não tem mais. Toda a zaga da equipe foi trocada para a partida desta quarta-feira, contra o Noroeste, no Bruno Daniel, em Santo André.

Titular quase que absoluto ao longo do segundo semestre de 2007 – quebrou a perna no Paulista e só atuou no Brasileiro –, o zagueiro Kléber está de volta ao time e é uma das esperanças do técnico Amauri Knevitz para resolver o problema do setor, que de um jogo para o outro desandou a tomar gols.

Kléber deve assumir o lugar de Rogério, enquanto que o titular da posição, Edson Borges, já recuperado de contusão, substitui a Galiardo, suspenso por levar o terceiro amarelo na derrota para a Macaca, em Campinas. Pelo lado esquerdo da zaga, João Paulo deixa o lugar para Tobi, que cumpria suspensão.

De volta à equipe, na condição de titular – atuou apenas na estréia diante do Rio Preto e ficou na reserva contra a Ponte –, Kléber espera agarrar a oportunidade e não mais sair. “É mais uma oportunidade que estou tendo. Espero ir bem e aí só o treinador é quem decidirá se devo seguir no time”.

Pouco antes do início do coletivo de ontem, Knevitz conversou longamente com todo o elenco e, em seguida, com os que deverão iniciar a partida contra o Noroeste. “Ele [treinador] nos pediu mais atenção na marcação, para trabalharmos mais a bola e nos movimentarmos mais. Nos jogos contra a Portuguesa e Ponte Preta fomos muito bem marcados e não conseguimos jogar. Precisamos achar um jeito de começar a jogar e melhorar”, disse o zagueiro Kléber.

“Ele pediu para nos doarmos mais, que temos de dar sempre algo mais”, completou o atacante Fábio Luís, que volta ao time no lugar de Luan. No ano passado, Fábio Luís defendeu o Santo André e fez dez gols e, no Paulista, já marcou um, na vitória sobre o Corinthians (3 a 1).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;