Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Teatro do Oprimido é bom programa em Paranapiacaba


Gislaine Gutierre
Do Diário do Grande ABC

15/07/2005 | 08:35


Pela primeira vez, o Festival de Inverno de Paranapiacaba oferece uma programação especial de Teatro do Oprimido, que reúne oito das 13 trupes de Santo André. As apresentações ocorrem aos sábados e domingos, às 11h e às 15h, no Largo dos Padeiros. Neste fim de semana, três grupos exibirão seus trabalhos.

O primeiro a se apresentar é o GTO Grupo Pintassilgo Amanhã, que às 11h de sábado encenará o tema Violência na Comunidade. Às 15h, será a vez do GTO Grupo G.R.I.T.O. discutir Drogas na Adolescência. No domingo, o GTO Grupo Esperança, formado por idosos, trabalha o tema Aids na Terceira Idade, às 11h e às 15h.

Há sete anos Santo André realiza trabalhos com o teatro do oprimido, desenvolvido por Augusto Boal nos anos 70. A encenação, criada a partir da realidade trazida pelos próprios atores, tem como ápice o momento do conflito entre opressor e oprimido. É aí que o grupo instiga o público a participar, reagindo na condição de oprimido - seja ela uma opressão motivada pelo racismo, por questão econômica, física ou social.

Em Paranapiacaba, o retorno tem sido positivo, na avaliação do coordenador dos GTOs de Santo André, Armindo Rodrigues Pinto. A expectativa era de que pouco poderiam instigar um público formado por gente de classe média, mas então veio a surpresa: "Nossas peças têm sido assistidas por mais de 100 pessoas e quem começa a ver, não sai mais, até o fim", diz Rodrigues. Em geral, as pessoas se revoltam com o opressor e se oferecem para participar.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;