Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

STJ nega liberdade a motorista acusado de abusar de criança


Do Diário OnLine

16/06/2006 | 13:19


O ministro Paulo Medina, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou o pedido de liberdade provisória ao motorista J.P.I, acusado da prática de atentado violento ao pudor contra uma criança de oito anos, em Goiás. A vítima era passageira do serviço de transporte escolar em que J.P.I. trabalhava.

O acusado foi preso em flagrante no dia 1º de fevereiro deste ano, embora a prática dos atos contra a menor tivessem começado antes das férias escolares de janeiro. Segundo o processo, sempre após as aulas, o acusado parava seu carro na estrada que dá acesso ao Clube Serra Dourada e molestava a vítima.

Outra criança que também utilizava o transporte escolar dirigido por J.P.I. prestou depoimento e afirmou que o acusado sempre contava piadas pesadas sobre sexo e cantava música com palavrões. A menor também destacou ter visto o motorista passar a mão nas pernas da vítima e chamá-la de "cavala" e "benzinho".

Em seu depoimento, a criança ressaltou, ainda, que a vítima sempre pedia para não ficar por último para ser entregue, afirmando querer assistir à novela das seis, e que demonstrava medo do motorista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

STJ nega liberdade a motorista acusado de abusar de criança

Do Diário OnLine

16/06/2006 | 13:19


O ministro Paulo Medina, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou o pedido de liberdade provisória ao motorista J.P.I, acusado da prática de atentado violento ao pudor contra uma criança de oito anos, em Goiás. A vítima era passageira do serviço de transporte escolar em que J.P.I. trabalhava.

O acusado foi preso em flagrante no dia 1º de fevereiro deste ano, embora a prática dos atos contra a menor tivessem começado antes das férias escolares de janeiro. Segundo o processo, sempre após as aulas, o acusado parava seu carro na estrada que dá acesso ao Clube Serra Dourada e molestava a vítima.

Outra criança que também utilizava o transporte escolar dirigido por J.P.I. prestou depoimento e afirmou que o acusado sempre contava piadas pesadas sobre sexo e cantava música com palavrões. A menor também destacou ter visto o motorista passar a mão nas pernas da vítima e chamá-la de "cavala" e "benzinho".

Em seu depoimento, a criança ressaltou, ainda, que a vítima sempre pedia para não ficar por último para ser entregue, afirmando querer assistir à novela das seis, e que demonstrava medo do motorista.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;