Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Alunos não recebem uniformes novos


Cristiane Bomfim
Do Diário do Grande ABC

16/06/2007 | 07:01


Alunos da rede municipal de São Bernardo ainda não receberam uniforme escolar. O benefício que deveria se estender a todas as 79 mil crianças matriculadas nas escolas de ensino infantil (de 0 a 4 anos) e fundamental atinge apenas os que entraram na rede no início deste ano.

Na Emeb (Escola Municipal de Ensino Básico) José Catald, no Jardim Andrea Demarchi, mães alegam que em março preencheram ficha com medidas de roupa e sapato das crianças, mas não imaginam quando os uniformes vão chegar. “Minha filha está usando o uniforme do ano passado. Aí é um sufoco porque só tem uma camiseta para a semana toda”, reclama Maria Aparecida Barbosa Góes, 34 anos. Ela é mãe de Sabrina, 7 anos.

“Pelos impostos que a gente paga, tudo deveria funcionar direitinho. É obrigação da Prefeitura entregar os uniformes no início do ano e não no final”, afirma Josefa luzinete fraga Maresch, 42 anos, e mãe de Bárbara, 9 anos, e Mateus, 8.

A Prefeitura de São Bernardo informa que não há qualquer criança sem uniforme na rede. Alunos novos teriam recebido kit que conta com quatro camisetas, agasalho completo, um par de tênis e meias que sobraram do estoque do ano passado. Os alunos que já faziam parte da rede contiuam usando o do ano anterior.

“É um absurdo porque as crianças crescem, gastam ou rasgam as roupas”, diz Irismar da Silva, 35 anos, mãe de aluna matriculada na Emeb Professor Otílio Oliveira, no Rudge Ramos.

Na escola Annita Magrini Guedes, no Baeta Neves, a situação é a mesma. Algumas crianças com uniforme, outras sem. “Meu filho recebeu, mas muitas crianças da escola não”, afirma Lilian Adriano Graziolli, 30 anos, mãe de Chrystian, 11. Funcionários da escola afirmam que a previsão é que os uniformes novos cheguem em agosto, mas que em casos emergenciais são distribuídos uniformes que sobraram no estoque. A Prefeitura não confirma a data e informa que licitação está em andamento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alunos não recebem uniformes novos

Cristiane Bomfim
Do Diário do Grande ABC

16/06/2007 | 07:01


Alunos da rede municipal de São Bernardo ainda não receberam uniforme escolar. O benefício que deveria se estender a todas as 79 mil crianças matriculadas nas escolas de ensino infantil (de 0 a 4 anos) e fundamental atinge apenas os que entraram na rede no início deste ano.

Na Emeb (Escola Municipal de Ensino Básico) José Catald, no Jardim Andrea Demarchi, mães alegam que em março preencheram ficha com medidas de roupa e sapato das crianças, mas não imaginam quando os uniformes vão chegar. “Minha filha está usando o uniforme do ano passado. Aí é um sufoco porque só tem uma camiseta para a semana toda”, reclama Maria Aparecida Barbosa Góes, 34 anos. Ela é mãe de Sabrina, 7 anos.

“Pelos impostos que a gente paga, tudo deveria funcionar direitinho. É obrigação da Prefeitura entregar os uniformes no início do ano e não no final”, afirma Josefa luzinete fraga Maresch, 42 anos, e mãe de Bárbara, 9 anos, e Mateus, 8.

A Prefeitura de São Bernardo informa que não há qualquer criança sem uniforme na rede. Alunos novos teriam recebido kit que conta com quatro camisetas, agasalho completo, um par de tênis e meias que sobraram do estoque do ano passado. Os alunos que já faziam parte da rede contiuam usando o do ano anterior.

“É um absurdo porque as crianças crescem, gastam ou rasgam as roupas”, diz Irismar da Silva, 35 anos, mãe de aluna matriculada na Emeb Professor Otílio Oliveira, no Rudge Ramos.

Na escola Annita Magrini Guedes, no Baeta Neves, a situação é a mesma. Algumas crianças com uniforme, outras sem. “Meu filho recebeu, mas muitas crianças da escola não”, afirma Lilian Adriano Graziolli, 30 anos, mãe de Chrystian, 11. Funcionários da escola afirmam que a previsão é que os uniformes novos cheguem em agosto, mas que em casos emergenciais são distribuídos uniformes que sobraram no estoque. A Prefeitura não confirma a data e informa que licitação está em andamento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;