Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Opiniões sobre o mercado de trabalho


Mario Custodio

16/06/2020 | 00:35


Não está fácil manter o otimismo diante do prolongamento da quarentena. Constatamos isso, inclusive, durante a produção da 12ª edição do CRH (Índice de Confiança Robert Half), mapeamento trimestral que tem o objetivo de identificar o sentimento de um grupo de profissionais sobre o mercado de trabalho atual e dos próximos seis meses. Mas as incertezas com relação à pandemia e suas consequências não podem nos paralisar, por isso, separei cinco insights para que você possa atravessar esse período e se preparar para a retomada.

1 – O comportamento é tão importante quanto o conhecimento
Obviamente, as companhias vão continuar investindo em etapas remotas para os processos seletivos, seja por necessidade ou opção. Porém, quase 44% dos recrutadores afirmam que em processos 100% on-line é mais difícil conhecer o profissional, por não haver o olho no olho. Isso quer dizer que as organizações estarão cada vez mais abertas a aderirem a metodologias e ferramentas de análise de dados que permitam complementar a percepção sobre o perfil dos candidatos. No meu entender, a sensibilidade humana segue como muito importante na identificação de afinidades entre profissionais e vagas. Então, continue mantendo atenção ao seu comportamento, além da qualificação técnica.

2 – Encontre meios de se destacar da maioria
Há muito tempo, grande parte dos empregadores se queixa sobre a dificuldade de encontrar profissionais qualificados no mercado. Pelos dados do ICRH, mais da metade dos entrevistados (59%) afirma que durante o período de pandemia a situação tem permanecido igual. Por isso, minha recomendação é que os profissionais façam uma avaliação sincera do próprio perfil, até para entenderem se possuem o que o mercado deseja. As organizações, por sua vez, devem afinar o processo de seleção ou buscar o apoio de uma empresa especializada para não perderem tempo e candidatos de talento.

3 – Uma oportunidade não é feita apenas de salário
Se você pensa em se movimentar ou busca recolocação, procure ampliar a sua visão quanto ao que é, de fato, uma oportunidade. De acordo com o ICRH, além da remuneração, cerca de 70% dos candidatos vão para uma entrevista interessados nas possibilidades de crescimento oferecidas pela vaga. O estudo mostra, também, a grande valorização por outros cinco itens: pacote de benefícios, reputação da empresa, distância entre a casa e o trabalho, flexibilidade de horário e carga horária. Você tem a sua lista de prioridades bem definida?

4 – Ser um especialista também é opção de carreira
Há oportunidades interessantes no mercado para profissionais dispostos a atuarem como especialistas em projetos com data para início e término, em cargos que vão de analista a diretor, com contratação via CLT. Grande parte dos profissionais que já atuaram nesse modelo de trabalho (93%) afirma que a experiência foi positiva para o currículo, com ganho de aquisição de experiência, contato com ferramentas novas, flexibilidade e oportunidade de efetivação.

5. Invista na preparação contínua
Historicamente, o desemprego entre profissionais qualificados é significativamente inferior na comparação com a população geral. O ICRH apresenta gráfico detalhado sobre esse cenário. Então, inclua na sua lista de prioridades a leitura, seja por meio de livros, jornais, revistas ou sites. Tudo agrega conhecimento e amplia nosso vocabulário e repertório de conversas. Cursos, inclusive on-line, são sempre bem-vindos também. E, não esqueça de fortalecer a sua rede de relacionamentos. Ela é sempre muito importante em diferentes momentos da carreira. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Opiniões sobre o mercado de trabalho

Mario Custodio

16/06/2020 | 00:35


Não está fácil manter o otimismo diante do prolongamento da quarentena. Constatamos isso, inclusive, durante a produção da 12ª edição do CRH (Índice de Confiança Robert Half), mapeamento trimestral que tem o objetivo de identificar o sentimento de um grupo de profissionais sobre o mercado de trabalho atual e dos próximos seis meses. Mas as incertezas com relação à pandemia e suas consequências não podem nos paralisar, por isso, separei cinco insights para que você possa atravessar esse período e se preparar para a retomada.

1 – O comportamento é tão importante quanto o conhecimento
Obviamente, as companhias vão continuar investindo em etapas remotas para os processos seletivos, seja por necessidade ou opção. Porém, quase 44% dos recrutadores afirmam que em processos 100% on-line é mais difícil conhecer o profissional, por não haver o olho no olho. Isso quer dizer que as organizações estarão cada vez mais abertas a aderirem a metodologias e ferramentas de análise de dados que permitam complementar a percepção sobre o perfil dos candidatos. No meu entender, a sensibilidade humana segue como muito importante na identificação de afinidades entre profissionais e vagas. Então, continue mantendo atenção ao seu comportamento, além da qualificação técnica.

2 – Encontre meios de se destacar da maioria
Há muito tempo, grande parte dos empregadores se queixa sobre a dificuldade de encontrar profissionais qualificados no mercado. Pelos dados do ICRH, mais da metade dos entrevistados (59%) afirma que durante o período de pandemia a situação tem permanecido igual. Por isso, minha recomendação é que os profissionais façam uma avaliação sincera do próprio perfil, até para entenderem se possuem o que o mercado deseja. As organizações, por sua vez, devem afinar o processo de seleção ou buscar o apoio de uma empresa especializada para não perderem tempo e candidatos de talento.

3 – Uma oportunidade não é feita apenas de salário
Se você pensa em se movimentar ou busca recolocação, procure ampliar a sua visão quanto ao que é, de fato, uma oportunidade. De acordo com o ICRH, além da remuneração, cerca de 70% dos candidatos vão para uma entrevista interessados nas possibilidades de crescimento oferecidas pela vaga. O estudo mostra, também, a grande valorização por outros cinco itens: pacote de benefícios, reputação da empresa, distância entre a casa e o trabalho, flexibilidade de horário e carga horária. Você tem a sua lista de prioridades bem definida?

4 – Ser um especialista também é opção de carreira
Há oportunidades interessantes no mercado para profissionais dispostos a atuarem como especialistas em projetos com data para início e término, em cargos que vão de analista a diretor, com contratação via CLT. Grande parte dos profissionais que já atuaram nesse modelo de trabalho (93%) afirma que a experiência foi positiva para o currículo, com ganho de aquisição de experiência, contato com ferramentas novas, flexibilidade e oportunidade de efetivação.

5. Invista na preparação contínua
Historicamente, o desemprego entre profissionais qualificados é significativamente inferior na comparação com a população geral. O ICRH apresenta gráfico detalhado sobre esse cenário. Então, inclua na sua lista de prioridades a leitura, seja por meio de livros, jornais, revistas ou sites. Tudo agrega conhecimento e amplia nosso vocabulário e repertório de conversas. Cursos, inclusive on-line, são sempre bem-vindos também. E, não esqueça de fortalecer a sua rede de relacionamentos. Ela é sempre muito importante em diferentes momentos da carreira. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;