Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Escalada de violência aumenta em Gaza e Israel mata comandantes do Hamas



12/05/2021 | 12:26


A escalada de violência entre israelenses e palestinos se estendeu pela noite de terça-feira, 11, e a madrugada desta quarta, 12. Pelo menos mais 100 foguetes foram disparados da Faixa de Gaza em direção a Israel, que respondeu com bombardeios no território de maioria árabe. Ao menos 53 palestinos morreram em Gaza, incluindo 13 crianças. Serviços de saúde de Israel confirmam seis mortos, incluindo uma adolescente. O Exército de Israel afirmou ter matado 16 comandantes da cúpula das Brigadas de Al-Qassam, uma das facções armadas do Hamas.

O Hamas prometeu reagir à morte de seus líderes militares, com ataques a novos alvos militares israelenses. Pela manhã, cerca de 15 foguetes foram disparados contra a cidade de Dimona, que abriga um reator nuclear israelense. Segundo das Brigadasd e Al-Qassam, um novo ataque deveria ocorrer por volta do meio dia (horário de Brasília).

Mesmo enquanto ataques aéreos eram lançados e sirenes de ataque aéreo soavam, cidadãos palestinos de Israel corriam para as ruas, incendiando carros e entrando em confronto com a polícia em cenas que relembraram revoltas violentas que abalaram o país décadas atrás.

Na terça-feira à noite, pouco antes das 21h, o Hamas, grupo militante islâmico que governa a Faixa de Gaza, anunciou que lançaria foguetes em Tel-Aviv em resposta aos intensos ataques aéreos israelenses que derrubaram um prédio de 13 andares, bem como outros ataques em arranha-céus. Os militares israelenses disseram que o prédio de 13 andares abrigava escritórios de inteligência militar do Hamas - e uma unidade de pesquisa e desenvolvimento de foguetes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;