Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ação de segurança pode ter salvado vida de Demi Lovato

Reprodução / Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


03/08/2018 | 10:16


Demi Lovato permanece internada em um hospital em Los Angeles, nos Estados Unidos, se recuperando de uma suposta overdose sofrida no dia 24 de julho. Enquanto isso, a imprensa norte-americana continua desvendando como o susto aconteceu.

Na última quinta-feira, dia 2, o TMZ noticiou que a cantora estava em condições péssimas quando foi encontrada, que uma assistente achou que Demi estava morta, já um segurança da beldade agiu nos primeiros socorros e pode ter sido responsável por salvar a vida da artista.

Fontes afirmaram que a assistente encontrou Demi Lovato deitada em sua cama, com sangue no travesseiro e aparentemente sem respirar. Logo após ouvir a assistente gritando que ela estava morta, o segurança entrou no cômodo e vendo a gravidade da situação tentou ajudar nos primeiros socorros, enquanto o serviço de emergência não chegava ao local. Ele teria limpado as vias aéreas de Demi, na tentativa de ajudá-la a respirar novamente, o que pode ser sido fundamental para o resgate. Quando os paramédicos chegaram, ela foi medicada com Narcan, que rever os efeitos de opióides.

Reabilitação

Ainda de acordo com o TMZ, Demi já aceitou ir para uma clínica de reabilitação assim que tiver alta do hospital em que está internada. Ela deve ter alta a qualquer momento e seguir para uma clínica que ainda não foi revelada.

A família estava na expectativa de convencê-la a se internar e demorou alguns dias para consultá-la diretamente sobre o assunto, já que houveram muitas complicações no quadro de saúde da cantora.

- Ela está saindo a qualquer momento, afirmou uma fonte ao site.

O Radar Online afirmou nesta sexta-feira, dia 3, que a alta deve acontecer dentro de 48 horas, afirmando ainda que ela seguirá direto para a clínica de reabilitação. A seguir, entenda tudo o que aconteceu com a cantora desde sua recaída até a suposta overdose.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;