Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mesmo que deixem Lula preso, ele vai ser candidato, afirma Gleisi



08/07/2018 | 19:50


O comando do PT acusa a Polícia Federal de não cumprir decisão judicial, despachada perto do meio-dia, para soltar ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba.

Na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que a PF resiste em soltar Lula por ter "medo" de o petista ser candidato à Presidência e eleito nas eleições. Além disso, a petista afirmou que a situação "não vai acabar bem" para o Brasil se Lula continuar preso.

"Mesmo que deixem o Lula preso, ele vai ser inscrito candidato e vamos fazer de tudo para elegê-lo presidente", disse Gleisi, em entrevista à TVT transmitida na sede do sindicato.

Gleisi relatou que apelou ao ministro da Segurança, Raul Jungmann, para que a PF soltasse Lula. A PF está subordinada à Pasta comandada por Jungmann, que não respondeu aos contatos feitos pela presidente do PT.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mesmo que deixem Lula preso, ele vai ser candidato, afirma Gleisi


08/07/2018 | 19:50


O comando do PT acusa a Polícia Federal de não cumprir decisão judicial, despachada perto do meio-dia, para soltar ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba.

Na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que a PF resiste em soltar Lula por ter "medo" de o petista ser candidato à Presidência e eleito nas eleições. Além disso, a petista afirmou que a situação "não vai acabar bem" para o Brasil se Lula continuar preso.

"Mesmo que deixem o Lula preso, ele vai ser inscrito candidato e vamos fazer de tudo para elegê-lo presidente", disse Gleisi, em entrevista à TVT transmitida na sede do sindicato.

Gleisi relatou que apelou ao ministro da Segurança, Raul Jungmann, para que a PF soltasse Lula. A PF está subordinada à Pasta comandada por Jungmann, que não respondeu aos contatos feitos pela presidente do PT.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;