Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Tintas e itens agrícolas impulsiona resultado da Basf no Brasil


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

27/04/2008 | 07:13


Um forte desempenho das vendas de produtos para a construção civil e para agricultura no Brasil ajudaram o grupo Basf a elevar em 43% o lucro das operações somadas da América do Sul, Oriente Médio e África no primeiro trimestre deste ano na comparação com igual período do ano passado.

O EBIT (em inglês, ganhos das operações sem incluir impostos, juros e itens especiais) nessas regiões subiu para 76 milhões de euros (correspondente a R$ 197,6 milhões), frente a 53 milhões de euros nos três meses iniciais de 2007.

Foi a maior variação entre as regiões do mundo para o grupo. Foi mais do que o crescimento da empresa na Europa (alta de 12% nos ganhos), na América do Norte (alta de apenas 1%) e na Ásia do Pacífico (8%).

Ainda na soma de América do Sul, África e Oriente Médio, as vendas trimestrais da companhia cresceram 10% e totalizaram 687 euros (R$ 1,768 bilhão).

Segundo balanço da companhia, a área de tintas para residências e para o setor automotivo na América do Sul (e em especial no Brasil) colaboraram para a ampliação dos resultados mundiais desse setor – que no mundo todo subiu 1%, para 626 milhões de euros no período.

O desempenho do continente nesse segmento compensou as vendas fracas desses produtos na América do Norte, por conta de efeitos cambiais e da demanda em baixa.

Mundial - No total, o grupo alemão alcançou mais um trimestre recorde no período de janeiro a março deste ano, ao registrar vendas 9% maiores (para 15,9 bilhões de euros, ou R$ 41,34 bilhões) e lucros das operações (o EBIT antes de itens especiais) 11% superiores (que somaram 2,4 bilhões de euros).

Segundo Jürgen Hambrecht, presidente mundial da companhia, as expectativas são favoráveis para os próximos meses. “Estamos colhendo os frutos de nossa estratégia de longo prazo. Isso está mais do que claro em tempos de turbulência como as que estamos assistindo nos mercados financeiros”, disse o executivo.

Ainda de acordo com o relatório do balanço trimestral, as soluções agrícolas da empresa no mundo tiveram expansão de 5% (somaram 946 milhões de euros), em parte pelo desenvolvimento favorável desses itens na América do Sul, onde a empresa registra forte demanda por fungicidas, em particular no Brasil e na Argentina.

No País, essa divisão registra ampliação de ganhos, como reflexo de aumento do volume de vendas e de alta nos preços, apesar dos efeitos cambiais (ou seja, a queda do real frente ao dólar).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;