Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Medicina ABC suspende dois alunos por trote


Artur Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

04/03/2006 | 07:50


Dois alunos do sexto ano foram suspensos por sete dias da Faculdade de Medicina do ABC, em Santo André, acusados de envolvimento em trotes violentos. A decisão da Congregação, órgão que funciona como uma espécie de poder legislativo na faculdade, pode se estender a outros alunos, com a prorrogação de sindicância para apurar as denúncias. Há cerca de duas semanas estão ocorrendo trotes na faculdade, inclusive, dentro do campus.

A direção da faculdade se negou a fornecer o nome dos veteranos punidos. Segundo alunos, a punição decretada era de 30 dias e foi abrandada para sete dias sexta-feira, depois de um abaixo-assinado de calouros pró-trote. Informação não confirmada pela Faculdade de Medicina do ABC.

Esta semana, o Diário publicou foto mostrando uma fileira de rapazes de cuecas. Um deles, recolhendo as calças. Ao lado, uma fileira de garotas sentadas. Cerca de dez calouros já pediram transferência ou saíram da instituição por causa desse tipo de ocorrência. Agressões e humilhações fazem parte das exigências para que os bixos possam participar de eventos promovidos pelos veteranos, confirmam testemunhas.

Sexta-feira, alguns calouros, a favor dos trotes, passaram um abaixo-assinado para que os dois veteranos tivessem suas suspensões revogadas, afirmam testemunhas. A manifestação ocorreu porque, segundo alunos, os veteranos “deserdaram” os bixos, isto é, vetaram a participação dos calouros nas atividades como festas e jogos universitários.

As denúncias se estendem também contra veteranos do curso de Farmácia. Um dos veteranos do curso, em seu álbum de fotografias do site Orkut, tinha uma imagem dele com uma arma (ou réplica) na cintura. A legenda da foto era: “Olho na sintura (sic), calouro”.

A Polícia Civil começou quinta-feira a fazer diligências para identificar os suspeitos dos abusos. Um boletim de lesão corporal dolosa e outro de ameaça foram registrados no 4º DP de Santo André. A imagem divulgada pela reportagem publicada quinta-feira será anexada ao inquérito policial.

Parentes de calouros reclamavam da “punição branda” aos veteranos. “O diretor não prometeu punições exemplares? Sete dias para dois (alunos) e os outros todos livres. Não tem nada de exemplar. Nossa luta foi jogada no lixo”, protestou uma mãe.

As sanções dos veteranos aos calouros devem continuar neste sábado, de acordo com familiares dos alunos. Sexta-feira, seria realizado ensaio da bateria da Atlética, do qual os bixos não poderiam participar. Para a segunda-feira, estava programado o trote solidário, no qual alunos visitariam uma creche. A atividade é apoiada pela universidade e realizada todos os anos pelo Diretório Acadêmico da Medicina do ABC que, pelo jeito, não deserdou os calouros, como teriam feito os demais veteranos.

O diretor da faculdade, Luiz Henrique Paschoal, afirma que a sindicância teve prazo prorrogado por mais “15 ou 20 dias”. Novas punições podem ocorrer, a partir da verificação de determinados fatos pela Comissão criada para apurar as denúncias. Em 2004, ano também marcado por trotes, a direção suspendeu 600 alunos, mas não houve nenhuma expulsão.

Entre determinados membros da comissão de pais da faculdade, há um sentimento de que o nome da instituição está sendo prejudicado pelo fato de que o caso tenha chegado à imprensa e à polícia. Para os pais dos calouros, porém, isso é mera tentativa de proteger os veteranos.

Há denúncias de que os calouros foram obrigados, inclusive, a tomar banho em uma piscina de lama, em frente a uma padaria, na rua Príncipe de Gales. No local, geralmente, o comando dos trotes passa dos alunos do terceiro ano para os do sexto ano, mais agressivos que os demais, afirmam estudantes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;