Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Debate é marcado por críticas a prefeito de Salvador



03/10/2012 | 01:57


Sem que os candidatos que lideram as pesquisas eleitorais em Salvador, Nelson Pelegrino (PT) e ACM Neto (DEM), pudessem se confrontar diretamente, por causa do formato do programa e da ordem sorteada para perguntas e respostas, o debate promovido na noite desta terça-feira, pela TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, foi marcado pelas críticas ao prefeito João Henrique Carneiro (PP) e à tentativa dos dois candidatos de atrelar o adversário à atual administração municipal.

 

As críticas partiram de todos os seis candidatos que participaram do encontro. Mário Kertész (PMDB), terceiro nas pesquisas - mais de 20% atrás dos dois primeiros -, por exemplo, chamou a gestão João Henrique de "desastre". "A cidade está afundada por causa dos oito ano do desastre chamado João Henrique", afirmou.

 

Kertész ainda acusou o prefeito de tentar aprovar na Câmara as contas da prefeitura de anos anteriores, rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Município (TCM), atrelando sua votação à apresentação de outros projetos. O candidato do PSOL, Hamilton Assis, disse que a cidade "se rendeu às máfias dos empreiteiros e do transporte público". Para Pelegrino, o problema que Salvador enfrentou nos últimos anos foi "falta de comando, falta de gestão".

 

Diante dos ataques à atual administração, os candidatos do PT e do DEM tentaram atribuir um ao outro maior participação na gestão municipal nos últimos anos, lembrando que o PT apoiou, no segundo turno, a primeira eleição do João Henrique, à época pelo PDT, em 2004, e o DEM integrou a lista de aliados do atual prefeito, também no segundo turno, na reeleição, em 2008, quando estava no PMDB.

 

No restante do tempo, os candidatos fizeram promessas, em especial para as áreas de mobilidade urbana, saúde e segurança, o que deixou o clima morno.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;