Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Multidão assiste à missa de Belisário


Isis Mastromano Correia
Do Diário do Grande ABC

08/12/2008 | 07:08


Uma multidão de pelo menos 500 pessoas acompanhou ontem a missa em celebração aos 50 anos de sacerdócio do cônego Belisário Elias de Sousa na matriz Imaculada Conceição, em Mauá. O jubileu de ouro foi completado no último sábado.

Dezenas de fiés tiveram de assitir à missa em pé. "Ele fez meu casamento e também batizou meus filhos e meus netos", contou a aposentada Elisa Maria Martins, de 60 anos. "Hoje eu não podia faltar a essa homenagem."

Irmã Margarida, 93 anos, madrinha do cônego Belisário, veio do Ceará, terra natal do padre, para acompanhar a missa solene em homenagem ao afilhado.

Belisário conta ter nascido na casa de irmã Margarida, na cidade interiorana de Pacoti. Ela é a única parente a ter seguido a vida religiosa e esteve presente também em sua ordenação, há meio século, em Santo André.

Duas das irmãs ainda vivas do cônego, Ana Maria e Edite de Sousa, também vieram do Nordeste para a comemoração. Belisário é o único filho homem da família e tinha quatro irmãs.

A entrada de Belisário foi antecedida por uma procissão de crianças. Outro ponto alto da missa foi a chegada de uma fiel que representou Nossa Senhora. Bandeiras vermelhas com a imagem do cônego foram distribuídas às pessoas.

"Deus deu a este sacerdote a grande graça de servir por 50 anos esse povo de Deus. Como disse Cristo: ‘Eu vim para servir e não para ser servido'", falou o cônego, que é o mais antigo do Grande ABC.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Multidão assiste à missa de Belisário

Isis Mastromano Correia
Do Diário do Grande ABC

08/12/2008 | 07:08


Uma multidão de pelo menos 500 pessoas acompanhou ontem a missa em celebração aos 50 anos de sacerdócio do cônego Belisário Elias de Sousa na matriz Imaculada Conceição, em Mauá. O jubileu de ouro foi completado no último sábado.

Dezenas de fiés tiveram de assitir à missa em pé. "Ele fez meu casamento e também batizou meus filhos e meus netos", contou a aposentada Elisa Maria Martins, de 60 anos. "Hoje eu não podia faltar a essa homenagem."

Irmã Margarida, 93 anos, madrinha do cônego Belisário, veio do Ceará, terra natal do padre, para acompanhar a missa solene em homenagem ao afilhado.

Belisário conta ter nascido na casa de irmã Margarida, na cidade interiorana de Pacoti. Ela é a única parente a ter seguido a vida religiosa e esteve presente também em sua ordenação, há meio século, em Santo André.

Duas das irmãs ainda vivas do cônego, Ana Maria e Edite de Sousa, também vieram do Nordeste para a comemoração. Belisário é o único filho homem da família e tinha quatro irmãs.

A entrada de Belisário foi antecedida por uma procissão de crianças. Outro ponto alto da missa foi a chegada de uma fiel que representou Nossa Senhora. Bandeiras vermelhas com a imagem do cônego foram distribuídas às pessoas.

"Deus deu a este sacerdote a grande graça de servir por 50 anos esse povo de Deus. Como disse Cristo: ‘Eu vim para servir e não para ser servido'", falou o cônego, que é o mais antigo do Grande ABC.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;