Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano usa sistema que mantém semáforos acesos

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Novo equipamento adotado pela Prefeitura é colocado em ação quando há falta de energia


Bia Moço

10/07/2018 | 07:00


 A Prefeitura de São Caetano começou a utilizar novo sistema para reduzir os problemas no trânsito nos casos em que há pane nos semáforos. As unidades móveis de energia estão instaladas em 18 semáforos localizados nos cruzamentos com maior fluxo, como trechos das avenidas Goiás e Nelson Braido, Guido Aliberti, Presidente Wilson, Rua São Paulo e Praça Mauá. Até o fim do ano, a tecnologia estará em mais 60 e a expectativa da administração municipal é de que até o fim de 2019 todos os semáforos do município tenham o equipamento.

Secretário de Mobilidade Urbana, Geová Maria Faria explica que, com a nova tecnologia, em casos de interrupção do fornecimento de energia elétrica, o mecanismo é acionado imediatamente. “Assim, os faróis continuam em funcionamento, com a programação normalizada, sem prejuízo à ordem do trânsito.”

De acordo com o secretário, atualmente há quatro carros do departamento com o equipamento, mas o sistema será colocado nas demais viaturas em 2019 – mais dez veículos e três motocicletas. “Está em andamento estudo sobre a cobertura de toda a cidade com as unidades móveis de energia. Principalmente agora, com a utilização, será possível avaliar a frequência de uso e principais pontos, uma vez que não é 100% previsível quantos e quais semáforos podem ser afetados em caso de queda de energia na cidade”, disse Faria.

O secretário explica que o sistema, chamado unidade móvel de energia, é espécie de maleta que conta com circuito eletrônico adaptado para ser usada em casos de apagão dos semáforos. A tecnologia permite fazer inversão da corrente do alternador dos veículos de modo a fornecer a energia necessária para o funcionamento dos equipamentos. De acordo com o secretário, o investimento é baixo, pois não é preciso comprar viaturas ou baterias. Cada unidade móvel de energia custa em torno de R$ 1.500. 

Segundo o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), o objetivo é que todas as viaturas da Secretaria de Mobilidade Urbana tenham esse equipamento, iniciativa pioneira no Estado. “A empresa que está fazendo esse serviço em São Caetano está patenteando a tecnologia, inclusive, para poder investir em outras cidades. Ao que parece, São Paulo já mostrou interesse. Resolveria um gargalo grande na Capital e viraria um case.”



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;