Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Mitsubishi Motors anuncia prejuízo recorde de US$ 2,3 bi


Das Agências

18/05/2001 | 09:04


A montadora japonesa Mitsubishi Motors anunciou nesta sexta-feira a maior perda de sua história, registrada no exercício 2000/2001, provocada pelo escândalo envolvendo a ocultação de problemas mecânicos nos veículos da companhia durante quase 30 anos.

O grupo, controlado desde o final do ano passado pela germano-americana DaimlerChrysler, registrou um resultado negativo de US$ 2,3 bilhões (fora impostos) no exercício concluído em março passado, o que representa uma perda dez vezes superior à registrada no exercício precedente. "Foi o pior resultado já registrado pelo grupo", lamentou um porta-voz da Mitsubishi.

O volume total de negócios retrocedeu 1,7% devido a queda nas vendas no Japão, provocada por informações divulgadas no verão de 2000 sobre defeitos mecânicos que foram ocultados pela Mitsubishi.

As vendas no Japão caíram 10% no exercício 2000/2001, totalizando 519.586 veículos, e a produção retrocedeu 4,2%, totalizando 960.014 unidades.

O grupo quer superar a crise lançando uma série de novos modelos com a assinatura do novo chefe de design, o francês Olivier Boulay, e planeja um crescimento de 6,8% em seu volume de negócios.

No exercício 2000/2001, a Mitsubishi também teve gastos excepcionais com a revisão do sistema de aposentadorias, segundo Junji Midorikawa, um dos diretores do grupo.

A Mitsubishi também sofreu com a queda do euro em relação ao iene, o que encareceu os veículos da empresa no mercado europeu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mitsubishi Motors anuncia prejuízo recorde de US$ 2,3 bi

Das Agências

18/05/2001 | 09:04


A montadora japonesa Mitsubishi Motors anunciou nesta sexta-feira a maior perda de sua história, registrada no exercício 2000/2001, provocada pelo escândalo envolvendo a ocultação de problemas mecânicos nos veículos da companhia durante quase 30 anos.

O grupo, controlado desde o final do ano passado pela germano-americana DaimlerChrysler, registrou um resultado negativo de US$ 2,3 bilhões (fora impostos) no exercício concluído em março passado, o que representa uma perda dez vezes superior à registrada no exercício precedente. "Foi o pior resultado já registrado pelo grupo", lamentou um porta-voz da Mitsubishi.

O volume total de negócios retrocedeu 1,7% devido a queda nas vendas no Japão, provocada por informações divulgadas no verão de 2000 sobre defeitos mecânicos que foram ocultados pela Mitsubishi.

As vendas no Japão caíram 10% no exercício 2000/2001, totalizando 519.586 veículos, e a produção retrocedeu 4,2%, totalizando 960.014 unidades.

O grupo quer superar a crise lançando uma série de novos modelos com a assinatura do novo chefe de design, o francês Olivier Boulay, e planeja um crescimento de 6,8% em seu volume de negócios.

No exercício 2000/2001, a Mitsubishi também teve gastos excepcionais com a revisão do sistema de aposentadorias, segundo Junji Midorikawa, um dos diretores do grupo.

A Mitsubishi também sofreu com a queda do euro em relação ao iene, o que encareceu os veículos da empresa no mercado europeu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;