Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradores do Parque Oratório clamam por solução


Matheus Angioleto
Especial para o Diário

03/07/2017 | 07:33


Problema que costumava atormentar a rotina de toda a população do Parque Oratório, em Santo André, apareceu novamente no bairro após quatro meses de tranquilidade. As repetidas quedas e voltas no fornecimento de energia elétrica na faixa das 18h às 19h30 levam dores de cabeça e gastos aos munícipes.
Há uma semana, televisores, geladeiras e fogões começaram a queimar. Devido à morosidade do processo de conserto, moradores desistiram de tentar fazer orçamento com a AES Eletropaulo. Segundo os munícipes, inclusive, a empresa afirmou ter pedido estudo de rede há 30 dias, mas não obtiveram resposta.
Uma das afetadas é a aposentada Maria das Dores Santos Cohen, 57 anos, que perdeu televisão no início da semana e já não sabe mais precisar o número de reclamações que fez. O problema mais recente é a geladeira, que começou a fazer barulho e teve a potência diminuída. “A luz pisca e volta várias vezes, nas casas e na rua. Está um problema muito sério”, conta a moradora da Rua Tanger.
A dona de casa Lioka Yoneda, 70, não quis esperar a empresa para arrumar os pertences. Em poucos dias foram mais de R$ 2.000 gastos entre uma geladeira nova e o conserto da televisão. “Uma pessoa (na rua) falou que foi a máquina de lavar, o resto deve ter queimado também, mas ninguém fala”, relata.
A AES Eletropaulo informou, por nota, “que após análise dentro do período de uma semana informado, identificou apenas uma interrupção de energia na Rua Tanger e arredores, que durou três horas”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moradores do Parque Oratório clamam por solução

Matheus Angioleto
Especial para o Diário

03/07/2017 | 07:33


Problema que costumava atormentar a rotina de toda a população do Parque Oratório, em Santo André, apareceu novamente no bairro após quatro meses de tranquilidade. As repetidas quedas e voltas no fornecimento de energia elétrica na faixa das 18h às 19h30 levam dores de cabeça e gastos aos munícipes.
Há uma semana, televisores, geladeiras e fogões começaram a queimar. Devido à morosidade do processo de conserto, moradores desistiram de tentar fazer orçamento com a AES Eletropaulo. Segundo os munícipes, inclusive, a empresa afirmou ter pedido estudo de rede há 30 dias, mas não obtiveram resposta.
Uma das afetadas é a aposentada Maria das Dores Santos Cohen, 57 anos, que perdeu televisão no início da semana e já não sabe mais precisar o número de reclamações que fez. O problema mais recente é a geladeira, que começou a fazer barulho e teve a potência diminuída. “A luz pisca e volta várias vezes, nas casas e na rua. Está um problema muito sério”, conta a moradora da Rua Tanger.
A dona de casa Lioka Yoneda, 70, não quis esperar a empresa para arrumar os pertences. Em poucos dias foram mais de R$ 2.000 gastos entre uma geladeira nova e o conserto da televisão. “Uma pessoa (na rua) falou que foi a máquina de lavar, o resto deve ter queimado também, mas ninguém fala”, relata.
A AES Eletropaulo informou, por nota, “que após análise dentro do período de uma semana informado, identificou apenas uma interrupção de energia na Rua Tanger e arredores, que durou três horas”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;