Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Única estância na região, Ribeirão ainda corre risco de perder título


Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

03/07/2017 | 07:25


Ribeirão Pires é a única cidade do Grande ABC que integra a seleta lista de estâncias turísticas do Estado – são apenas 70 municípios. A chancela foi conquistada em 1998, dando direito a receber, por ano, quase R$ 4 milhões para o setor. Por outro lado, hoje corre risco de perder o título por falhas de investimento na área. Diante das novas regulamentações, o governo de São Paulo vai rebaixar três localidades deste rol de elite, trocando por outras três mais bem avaliadas no MIT (Municípios de Interesse Turístico).
A destinação de recursos do Dade (Departamento de Apoio e Desenvolvimento a Estâncias Turísticas) nos últimos quatro anos é apontada como sinal negativo para figurar essa situação. O ex-prefeito Saulo Benevides (PMDB) apostava nestas cotas, por exemplo, para construção do teleférico, que, iniciada a obra, ficou papel. No fim de junho, o governo Adler Kiko Teixeira (PSB) começou a retirar partes da estrutura que havia sido colocada para erguer o equipamento. Com o cancelamento foram perdidos R$ 1,8 milhão.
O Paço aguarda que a retomada do Festival do Chocolate sirva para auxiliar na manutenção do atual quadro. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Única estância na região, Ribeirão ainda corre risco de perder título

Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

03/07/2017 | 07:25


Ribeirão Pires é a única cidade do Grande ABC que integra a seleta lista de estâncias turísticas do Estado – são apenas 70 municípios. A chancela foi conquistada em 1998, dando direito a receber, por ano, quase R$ 4 milhões para o setor. Por outro lado, hoje corre risco de perder o título por falhas de investimento na área. Diante das novas regulamentações, o governo de São Paulo vai rebaixar três localidades deste rol de elite, trocando por outras três mais bem avaliadas no MIT (Municípios de Interesse Turístico).
A destinação de recursos do Dade (Departamento de Apoio e Desenvolvimento a Estâncias Turísticas) nos últimos quatro anos é apontada como sinal negativo para figurar essa situação. O ex-prefeito Saulo Benevides (PMDB) apostava nestas cotas, por exemplo, para construção do teleférico, que, iniciada a obra, ficou papel. No fim de junho, o governo Adler Kiko Teixeira (PSB) começou a retirar partes da estrutura que havia sido colocada para erguer o equipamento. Com o cancelamento foram perdidos R$ 1,8 milhão.
O Paço aguarda que a retomada do Festival do Chocolate sirva para auxiliar na manutenção do atual quadro. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;