Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Regina costura candidatura à Prefeitura de Diadema

Deputada articula assumir projeto do PV, hoje com Michels


Raphael Rocha
do Diário do Grande ABC

21/04/2012 | 07:00


A deputada estadual Regina Gonçalves (PV) articula nos bastidores encabeçar a chapa do PV na disputa pelo comando da Prefeitura de Diadema. Regina teria recebido aval do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para protagonizar a corrida eleitoral, em detrimento ao vereador Lauro Michels (PV).

Nos últimos meses, Regina ganhou força no partido e se aproximou de Alckmin. A deputada se tornou líder do PV na Assembleia e constantemente realiza discursos no plenário da Casa favoráveis ao governo do Estado.

Concomitantemente ao fortalecimento de Regina junto ao Palácio dos Bandeirantes, o projeto do PV em Diadema sofre para decolar. Apesar de contar com adesão de dois partidos - PP e PTC -, os verdes não conseguiam aglutinar outros aliados. Internamente, militantes creditam a estagnação ao distanciamento político de Regina na montagem da base de apoio à candidatura verde.

A deputada - que integra a executiva nacional do PV - realizou pesquisas informais para alavancar sua própria candidatura. Os dados foram apresentados diretamente a Alckmin, que teria se convencido a trocar a cabeça da chapa do PV à Prefeitura de Diadema. Até o começo do ano, Michels era o único pré-candidato da sigla ao Paço, inclusive com apoio de Regina.

A avaliação no Palácio dos Bandeirantes é de que duas candidaturas de oposição em Diadema possibilitam a derrota do PT no comando do Executivo. Nos últimos 30 anos, o PT só não governou a cidade entre 1997 e 2000. Desde 2001 contabiliza três gestões consecutivas - primeiro com o hoje deputado federal José de Filippi Júnior e agora com Mário Reali, que tentará a reeleição em outubro para manter a hegemonia petista.

O ex-deputado estadual José Augusto da Silva Ramos (PSDB), embora enfrente problemas judiciais, está colocado como postulante tucano ao Parque do Paço. Mas o histórico de derrotas na tentativa de retomar a Prefeitura - são quatro reveses consecutivos - aliado à frustrante campanha para renovar seu mandato na Assembleia fizeram a cúpula tucana a projetar novo nome em Diadema.

Em 2010, Regina conquistou 37.618 votos, se tornando primeira suplente do PV na Assembleia. Ela assumiu mandato após nomeação de Edson Giriboni (PV) ao primeiro escalão do Palácio dos Bandeirantes.

Regina não retornou aos contatos da equipe do Diário. A presidente municipal do PV, Denise Ventrici, também não atendeu aos telefonemas, assim como o vereador Lauro Michels.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;