Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Americanos vão mandar mais tropas para o Iraque


Da AFP

30/05/2006 | 14:28


O Exército dos Estados Unidense vão mobilizar 1,5 mil soldados suplementares no Iraque, vindos do Kuweit, para reforçar as tropas que tentam restabelecer a ordem na província sunita rebelde de Al Anbar e "reduzir a capacidade de influência da Al Qaeda neste setor chave", anunciou o porta-voz do Pentágono nesta terça-feira.

Com este reforço, o número de tropas americanas no Iraque passará de 15 para 16 brigadas. Esta decisão adia um pouco mais as perspectivas de uma redução importante das tropas americanas no Iraque neste ano.

Essa intervenção ocorre no momento em que os militares americanos tentam retomar o controle da cidade rebelde sunita de Ramadi, capital da província de Al Anbar, onde os insurgentes da Al Qaeda são suspeitos de serem os responsáveis por uma onda de assassinatos de chefes locais e de ataques contra os marines americanos.

O general de brigada Carter Ham, diretor adjunto das operações regionais no Estado Maior dos Estados Unidos, qualificou Ramadi como "a cidade mais violenta do Iraque" e afirmou que a Al Qaeda no Iraque tentava fazer desta cidade uma base segura para suas atividades.

O embaixador americano no Iraque, Zalmay Khalilzad, disse na última semana, numa entrevista ao canal americano CNN, que os insurgentes controlavam as áreas de Al Anbar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Americanos vão mandar mais tropas para o Iraque

Da AFP

30/05/2006 | 14:28


O Exército dos Estados Unidense vão mobilizar 1,5 mil soldados suplementares no Iraque, vindos do Kuweit, para reforçar as tropas que tentam restabelecer a ordem na província sunita rebelde de Al Anbar e "reduzir a capacidade de influência da Al Qaeda neste setor chave", anunciou o porta-voz do Pentágono nesta terça-feira.

Com este reforço, o número de tropas americanas no Iraque passará de 15 para 16 brigadas. Esta decisão adia um pouco mais as perspectivas de uma redução importante das tropas americanas no Iraque neste ano.

Essa intervenção ocorre no momento em que os militares americanos tentam retomar o controle da cidade rebelde sunita de Ramadi, capital da província de Al Anbar, onde os insurgentes da Al Qaeda são suspeitos de serem os responsáveis por uma onda de assassinatos de chefes locais e de ataques contra os marines americanos.

O general de brigada Carter Ham, diretor adjunto das operações regionais no Estado Maior dos Estados Unidos, qualificou Ramadi como "a cidade mais violenta do Iraque" e afirmou que a Al Qaeda no Iraque tentava fazer desta cidade uma base segura para suas atividades.

O embaixador americano no Iraque, Zalmay Khalilzad, disse na última semana, numa entrevista ao canal americano CNN, que os insurgentes controlavam as áreas de Al Anbar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;