Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Maradona assume como vice-presidente de futebol do Boca Juniors


Da AFP

25/06/2005 | 10:48


O ex-craque argentino Diego Maradona assumiu na noite desta sexta-feira a vice-presidência do departamento de futebol do Boca Juniors, ao firmar um contrato com o presidente do clube, Mauricio Macri. "Respeito todos que me fizeram propostas, mas rejeitei tudo para vir ao Boca. Amo o Boca, quero estar no Boca, morrer no Boca", disse Maradona, 43 anos, ao destacar a sensação de "voltar para casa".

Maradona firmou um contrato por um ano, renovável, cujo valor Macri se negou a revelar por considerar "inconveniente nestes tempos em que vivemos". Segundo o jornal argentino Clarín, Maradona receberá cerca de US$ 1,5 milhão, o que foi desmentido pelo presidente do Boca.

Macri explicou que dois terços do contrato envolvem os ganhos com a marca Boca-Maradona, e o restante o trabalho de assessoria do ex-jogador como vice-presidente de futebol.

Maradona já está trabalhando na busca do sucessor do técnico Jorge Benítez e aposta na contratação de Alfio Basile, que o dirigiu na seleção argentina na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994. "Estamos conversando. Não tenho a menor dúvida de que Basile e um dos melhores técnicos que já vi".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maradona assume como vice-presidente de futebol do Boca Juniors

Da AFP

25/06/2005 | 10:48


O ex-craque argentino Diego Maradona assumiu na noite desta sexta-feira a vice-presidência do departamento de futebol do Boca Juniors, ao firmar um contrato com o presidente do clube, Mauricio Macri. "Respeito todos que me fizeram propostas, mas rejeitei tudo para vir ao Boca. Amo o Boca, quero estar no Boca, morrer no Boca", disse Maradona, 43 anos, ao destacar a sensação de "voltar para casa".

Maradona firmou um contrato por um ano, renovável, cujo valor Macri se negou a revelar por considerar "inconveniente nestes tempos em que vivemos". Segundo o jornal argentino Clarín, Maradona receberá cerca de US$ 1,5 milhão, o que foi desmentido pelo presidente do Boca.

Macri explicou que dois terços do contrato envolvem os ganhos com a marca Boca-Maradona, e o restante o trabalho de assessoria do ex-jogador como vice-presidente de futebol.

Maradona já está trabalhando na busca do sucessor do técnico Jorge Benítez e aposta na contratação de Alfio Basile, que o dirigiu na seleção argentina na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994. "Estamos conversando. Não tenho a menor dúvida de que Basile e um dos melhores técnicos que já vi".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;