Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Câmara analisa medida de recriação do Ministério das Comunicações



21/09/2020 | 16:03


Deputados avaliam nesta segunda-feira, 21, a Medida Provisória de recriação do Ministério das Comunicações (MP 980/2020) editada pelo presidente Jair Bolsonaro no início de junho. Como MPs têm validade imediata, a pasta foi recriada na sequência e é comandada hoje pelo deputado Fabio Faria (PSD-RN).

Com a medida, a pasta da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações foi desmembrada em duas: Ministério das Comunicações e Ministério da Ciência e Tecnologia, chefiado por Marcos Pontes.

O relator da MP, deputado Cacá Leão (PP-BA), excluiu artigo que autorizava o Poder Executivo a mudar a distribuição e a quantidade de três tipos de funções para convertê-las em funções comissionadas do Poder Executivo.

A recriação do ministério está sendo criticada por deputados da oposição. "Essa MP é parte da virada na estabilidade do governo, no aumento das relações políticas no Congresso. O governo Bolsonaro foi eleito sob a bandeira de que faria tudo absolutamente, de que não abriria para relações espúrias, mas essa mentira precisa ser destacada", disse a líder do PSOL, deputada Sâmia Bomfim. Bolsonaro prometeu na campanha ter 'no máximo' 15 ministérios, mas atualmente tem 23.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara analisa medida de recriação do Ministério das Comunicações


21/09/2020 | 16:03


Deputados avaliam nesta segunda-feira, 21, a Medida Provisória de recriação do Ministério das Comunicações (MP 980/2020) editada pelo presidente Jair Bolsonaro no início de junho. Como MPs têm validade imediata, a pasta foi recriada na sequência e é comandada hoje pelo deputado Fabio Faria (PSD-RN).

Com a medida, a pasta da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações foi desmembrada em duas: Ministério das Comunicações e Ministério da Ciência e Tecnologia, chefiado por Marcos Pontes.

O relator da MP, deputado Cacá Leão (PP-BA), excluiu artigo que autorizava o Poder Executivo a mudar a distribuição e a quantidade de três tipos de funções para convertê-las em funções comissionadas do Poder Executivo.

A recriação do ministério está sendo criticada por deputados da oposição. "Essa MP é parte da virada na estabilidade do governo, no aumento das relações políticas no Congresso. O governo Bolsonaro foi eleito sob a bandeira de que faria tudo absolutamente, de que não abriria para relações espúrias, mas essa mentira precisa ser destacada", disse a líder do PSOL, deputada Sâmia Bomfim. Bolsonaro prometeu na campanha ter 'no máximo' 15 ministérios, mas atualmente tem 23.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;