Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT de Diadema escolhe mulher negra para vice de Filippi

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Depois de tentar ceder vaga a aliado, petismo opta por chapa pura; escolhida é Patricia Ferreira


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

11/09/2020 | 20:55


O PT de Diadema finalmente bateu o martelo sobre quem ocupará a vaga de vice na chapa do ex-prefeito José de Filippi Júnior. Depois de longo debate com partidos aliados, optou por chapa pura. O Diário apurou que, durante reunião durante todo esta sexta-feira, o diretório do partido encaminhou o nome de Patricia Ferreira como número dois na chapa.

A escolha por chapa pura se dá depois de o partido ver frustrada a longa tentativa de indicar alguma figura de outro partido para a vaga. O nome mais forte nesse debate era o do ex-prefeiturável Vaguinho do Conselho (SD), mas o parlamentar está inelegível e segue com seu recurso parado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Nas últimas semanas, Filippi também vinha tentando costurar aliança com o PSB, a despeito de o partido ter candidatura própria ao Paço - presidente da legenda, o vereador Marcos Michels será confirmado hoje como candidato, em convenção que está marcada para hoje à noite.

É a segunda eleição municipal em Diadema o petismo vai de chapa pura. Em 2016, o então prefeiturável da legenda, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, teve a ex-vereadora Irene dos Santos (PT) como vice. Antes disso, só na acirrada corrida de 2004, justamente quando Filippi era prefeito e partiu para a reeleição ao lado de Joel Fonseca (PT) - venceram o segundo turno contra José Augusto da Silva Ramos (PSDB), com uma diferença de 554 votos. De lá para cá, a sigla optou por chapa mista. Em 2008 e 2012, o número dois na chapa foi o ex-prefeito Gilson Menezes (que morreu em fevereiro), pelo PSC e PSB, respectivamente.

Patricia é professora e era um dos nomes do petismo para a disputa por vaga na Câmara. O nome da petista é visto internamente como figura que representa renovação e contempla a representatividade feminina. O nome dela foi aprovado pelo diretório e será apresentado aos partidos aliados neste sábado. A convenção que referendará a chapa está agendada para ocorrer no domingo, com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT de Diadema escolhe mulher negra para vice de Filippi

Depois de tentar ceder vaga a aliado, petismo opta por chapa pura; escolhida é Patricia Ferreira

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

11/09/2020 | 20:55


O PT de Diadema finalmente bateu o martelo sobre quem ocupará a vaga de vice na chapa do ex-prefeito José de Filippi Júnior. Depois de longo debate com partidos aliados, optou por chapa pura. O Diário apurou que, durante reunião durante todo esta sexta-feira, o diretório do partido encaminhou o nome de Patricia Ferreira como número dois na chapa.

A escolha por chapa pura se dá depois de o partido ver frustrada a longa tentativa de indicar alguma figura de outro partido para a vaga. O nome mais forte nesse debate era o do ex-prefeiturável Vaguinho do Conselho (SD), mas o parlamentar está inelegível e segue com seu recurso parado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Nas últimas semanas, Filippi também vinha tentando costurar aliança com o PSB, a despeito de o partido ter candidatura própria ao Paço - presidente da legenda, o vereador Marcos Michels será confirmado hoje como candidato, em convenção que está marcada para hoje à noite.

É a segunda eleição municipal em Diadema o petismo vai de chapa pura. Em 2016, o então prefeiturável da legenda, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, teve a ex-vereadora Irene dos Santos (PT) como vice. Antes disso, só na acirrada corrida de 2004, justamente quando Filippi era prefeito e partiu para a reeleição ao lado de Joel Fonseca (PT) - venceram o segundo turno contra José Augusto da Silva Ramos (PSDB), com uma diferença de 554 votos. De lá para cá, a sigla optou por chapa mista. Em 2008 e 2012, o número dois na chapa foi o ex-prefeito Gilson Menezes (que morreu em fevereiro), pelo PSC e PSB, respectivamente.

Patricia é professora e era um dos nomes do petismo para a disputa por vaga na Câmara. O nome da petista é visto internamente como figura que representa renovação e contempla a representatividade feminina. O nome dela foi aprovado pelo diretório e será apresentado aos partidos aliados neste sábado. A convenção que referendará a chapa está agendada para ocorrer no domingo, com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;