Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Infecção Urinária



24/06/2011 | 00:00



A anatomia feminina, onde a saída da uretra (bem menor que a masculina) é próxima à entrada da vagina, não ajuda a proteger o organismo das bactérias. Elas podem penetrar no corpo através do simples ato de utilizar o papel higiênico do ânus a vagina, por exemplo.

O costume de sentar na areia para apreciar o mar ou num muro para esperar a chegada do transporte também podem levar a mulher a contrair bactérias que provocam infecções urinárias e vaginais. A falta de higiene desses locais, onde um animal pode ter urinado, por exemplo, são terreno fértil de infecções.

Embora a pele funcione como um escudo alguns locais de nosso corpo não contam com essa proteção, como no caso das mucosas vaginais. Biquínis ou roupas, principalmente as de tecido fino, não evitam que as bactérias, que tem tamanho menor que os poros dos tecidos, penetrem no organismo.

Ambas as doenças são caracterizadas por vontades constante de urinar, ardência, coceira na região da vulga e corrimento.

Por Yasmin Barcellos



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Infecção Urinária


24/06/2011 | 00:00



A anatomia feminina, onde a saída da uretra (bem menor que a masculina) é próxima à entrada da vagina, não ajuda a proteger o organismo das bactérias. Elas podem penetrar no corpo através do simples ato de utilizar o papel higiênico do ânus a vagina, por exemplo.

O costume de sentar na areia para apreciar o mar ou num muro para esperar a chegada do transporte também podem levar a mulher a contrair bactérias que provocam infecções urinárias e vaginais. A falta de higiene desses locais, onde um animal pode ter urinado, por exemplo, são terreno fértil de infecções.

Embora a pele funcione como um escudo alguns locais de nosso corpo não contam com essa proteção, como no caso das mucosas vaginais. Biquínis ou roupas, principalmente as de tecido fino, não evitam que as bactérias, que tem tamanho menor que os poros dos tecidos, penetrem no organismo.

Ambas as doenças são caracterizadas por vontades constante de urinar, ardência, coceira na região da vulga e corrimento.

Por Yasmin Barcellos

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;