Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Sindicato garante que GM não vai demitir até o dia 27


Michele Loureiro
Com Agências

17/02/2009 | 07:00


O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos entrará, até o fim desta semana, com uma ação na Justiça para cobrar da GM (General Motors) o pagamento de indenização aos 802 funcionários temporários demitidos em janeiro, antes do prazo final do trabalho.

Na região, os contratos dos 1.633 funcionários temporários da GM de São Caetano começam a vencer no dia 27. Apesar da incerteza sobre o destino dos trabalhadores após essa data, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano garante que não haverá demissões antes disso. "Temos um acordo com a montadora de que nenhum trabalhador pode ser dispensado antes do fim do contrato. Além disso, buscamos a prorrogação do trabalho temporário", afirmou o presidente do sindicato, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão.

Porém, apesar desta certeza, o sindicalista diz estar apreensivo. "Estamos aguardando um contato da GM, mas isso já devia ter acontecido. Precisamos definir um parecer definitivo até o final desta semana, depois disso a situação começa a ficar complicada", comentou.

Em São José dos Campos, a indenização inclui o valor total da remuneração a qual os metalúrgicos teriam direito até o fim dos contratos, - que teriam vencimento em junho, julho e agosto de 2009, - além de benefícios, como FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e convênio médico.           



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;