Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Donisete oferece prédio municipal a reitor da UFABC

Prefeito quer aulas da universidade em Mauá antes da conclusão das obras nas outras cidades


Lukas Kenji
Do Diário do Grande ABC

13/03/2014 | 07:00


O prefeito Donisete Braga (PT) ofereceu prédio no Centro de Mauá para viabilizar a oferta de cursos de extensão da UFABC (Universidade Federal do ABC) ainda neste ano. A intenção é agilizar a implementação de um campus na cidade. De acordo com cronogramas anteriores divulgados pela instituição de ensino, a instalação de sede em Mauá só seria possível a partir de 2016, quando as obras das unidades de SantoAndré e São Bernardo forem concluídas.

O reitor da instituição de ensino, que tomou posse em fevereiro, Klauss Capelle, recebeu bem a proposta feita ontem por Donisete, durante a aula inaugural da temporada 2014 da Escola Preparatória da UFABC. “Ela (a oferta) é realista. Mas temos que analisar as perspectivas e possibilidades para termos um parecer concreto”, avaliou o reitor.

Segundo Donisete, Capelle terá reunião em Brasília daqui a duas semanas com o Ministério da Educação. O prefeito também participará do encontro. A expectativa é avançar nas negociações e garantir o início das atividades da universidade em Mauá,

O edifício oferecido por Donisete é o Centro de Formação de Professores Dr. Miguel Arraes. O prédio tem dez andares que abrigam, por exemplo, a Secretaria da Educação e o próprio cursinho popular ministrado pela UFABC. “Amanhã (hoje) a equipe técnica da universidade virá ao prédio fazer vistoria a fim de saber se oferece condições estruturais para receber as aulas”, afirmou o prefeito. A intenção é que a cidade receba cursos na área petroquímica, que possam beneficiar profissionais de empresas da região em médio prazo.

CURSINHO

As aulas da Escola Preparatória da UFABC em Mauá tiveram início ontem para 240 alunos formados ou que ainda cursam o último ano do Ensino Médio pela rede pública mauaense. Eles foram selecionados entre 895 candidatos para as aulas que servem de preparação para o vestibular, com ênfase aos assuntos a serem abordados no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Houve ampliação em relação às 160 disponíveis em 2013, e que tiveram evasão de 65%. “Muitos saíram porque as aulas começaram no fim do ano”, explica o pró-reitor de extensão da UFABC, Daniel Pansarelli. No entanto, ele comemora o acesso de oito dos 56 concluintes a universidades públicas e espera que este número cresça neste ano.
Um aluno de sucesso foi Luã Ramos de Macedo Gomes, 18 anos. O estudante de Ciência e Tecnologia da UFABC aprovou os métodos de ensino do cursinho e diz que utilizou muito dos ensinamentos no vestibular. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;