Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Reforma em São Caetano extingue duas Pastas e economiza R$ 250 mil

Secretarias de Controle Urbano e de Meio Ambiente serão transformadas em diretorias


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

18/09/2013 | 07:00


Foi protocolado ontem na Câmara o projeto de reforma administrativa que será promovida pelo prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB). Duas secretarias serão extintas e serão vinculadas como diretoria a outras Pastas.

Com isso, pelo menos 12 cargos deixarão de existir, o que resultará numa economia de aproximadamente R$ 250 mil por ano aos cofres da administração.

Para evitar polêmicas ou atritos internos, Paulo Pinheiro tem conversado pessoalmente com os servidores que serão afetados pelas mudanças promovidas.

A Secont (Secretaria Especial de Controle Urbano) será incorporada à Pasta de Planejamento e Gestão. Já a Pasta de Meio Ambiente e Sustentabilidade ficará vinculada à Secretaria de Serviços Urbanos.

Segundo o chefe do Executivo, os atuais comandantes das Pastas, Vagnoilde Jacó de Araújo e Horácio Pires de Almeida, respectivamente, continuarão atuando na administração como diretores de departamento.

Apesar de ter protocolado apenas duas mudanças na estrutura administrativa, novas alterações devem ocorrer no governo Paulo Pinheiro. O ex-vice-prefeito na gestão de José Auricchio Júnior (PTB) foi apresentado ontem como novo chefe de Gabinete da Prefeitura (veja reportagem ao lado).

Nos bastidores do Palácio da Cerâmica, o clima é de expectativa sobre as mudanças que serão promovidas por Paulo Pinheiro. O peemedebista revelou que outras Pastas também serão enxugadas, mas não especificou quais nem quando. Também não quis revelar quem deve ser integrado ao governo.

O prefeito pediu agilidade para aprovar o projeto. Para isso, o presidente da Câmara, Sidnei Bezerra da Silva, (PSB), o Sidão da Padaria, convocou duas sessões extraordinárias para amanhã, para aprovar de forma definitiva a propositura.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Reforma em São Caetano extingue duas Pastas e economiza R$ 250 mil

Secretarias de Controle Urbano e de Meio Ambiente serão transformadas em diretorias

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

18/09/2013 | 07:00


Foi protocolado ontem na Câmara o projeto de reforma administrativa que será promovida pelo prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB). Duas secretarias serão extintas e serão vinculadas como diretoria a outras Pastas.

Com isso, pelo menos 12 cargos deixarão de existir, o que resultará numa economia de aproximadamente R$ 250 mil por ano aos cofres da administração.

Para evitar polêmicas ou atritos internos, Paulo Pinheiro tem conversado pessoalmente com os servidores que serão afetados pelas mudanças promovidas.

A Secont (Secretaria Especial de Controle Urbano) será incorporada à Pasta de Planejamento e Gestão. Já a Pasta de Meio Ambiente e Sustentabilidade ficará vinculada à Secretaria de Serviços Urbanos.

Segundo o chefe do Executivo, os atuais comandantes das Pastas, Vagnoilde Jacó de Araújo e Horácio Pires de Almeida, respectivamente, continuarão atuando na administração como diretores de departamento.

Apesar de ter protocolado apenas duas mudanças na estrutura administrativa, novas alterações devem ocorrer no governo Paulo Pinheiro. O ex-vice-prefeito na gestão de José Auricchio Júnior (PTB) foi apresentado ontem como novo chefe de Gabinete da Prefeitura (veja reportagem ao lado).

Nos bastidores do Palácio da Cerâmica, o clima é de expectativa sobre as mudanças que serão promovidas por Paulo Pinheiro. O peemedebista revelou que outras Pastas também serão enxugadas, mas não especificou quais nem quando. Também não quis revelar quem deve ser integrado ao governo.

O prefeito pediu agilidade para aprovar o projeto. Para isso, o presidente da Câmara, Sidnei Bezerra da Silva, (PSB), o Sidão da Padaria, convocou duas sessões extraordinárias para amanhã, para aprovar de forma definitiva a propositura.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;