Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA encontram mísseis com armas químicas, diz rádio


Do Diário OnLine

07/04/2003 | 13:55


A rádio pública americana NPR noticiou nesta segunda-feira que as forças norte-americanas encontraram perto de Bagdá um carregamento com cerca de 20 mísseis de médio alcance equipados com armas químicas, segundo informações da agência de notícias britânica Reuters.

De acordo com a rádio, um oficial de alta patente com a 1ª Divisão de Fuzileiros Navais disse que foram localizados mísseis BM-21 com sarin e gás mostarda. A informação não foi confirmada pelo Comando Central dos Estados Unidos em Catar.

Os marines que se dirigiam para Bagdá abandonaram nesta segunda-feira seus uniformes de proteção contra essas armas. O tenente-coronel Fred Padilla, comandante do primeiro batalhão de fuzileiros (marines), recebeu a ordem porque seus superiores estimaram "que já não existe uma ameaça séria iminente".

O governo iraquiano nega possuir armas químicas.

Com agências



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA encontram mísseis com armas químicas, diz rádio

Do Diário OnLine

07/04/2003 | 13:55


A rádio pública americana NPR noticiou nesta segunda-feira que as forças norte-americanas encontraram perto de Bagdá um carregamento com cerca de 20 mísseis de médio alcance equipados com armas químicas, segundo informações da agência de notícias britânica Reuters.

De acordo com a rádio, um oficial de alta patente com a 1ª Divisão de Fuzileiros Navais disse que foram localizados mísseis BM-21 com sarin e gás mostarda. A informação não foi confirmada pelo Comando Central dos Estados Unidos em Catar.

Os marines que se dirigiam para Bagdá abandonaram nesta segunda-feira seus uniformes de proteção contra essas armas. O tenente-coronel Fred Padilla, comandante do primeiro batalhão de fuzileiros (marines), recebeu a ordem porque seus superiores estimaram "que já não existe uma ameaça séria iminente".

O governo iraquiano nega possuir armas químicas.

Com agências

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;