Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

FSB diz que 6 atentados foram evitados em Moscou


Do Diário do Grande ABC

16/09/1999 | 11:45


Seis atentados com bomba estavam para ocorrer em Moscou, nos próximos dias, mas foram evitados pelos serviços de segurança russos, informou a assessoria de imprensa do FSB (ex-KGB).

A polícia descobriu em Moscou seis mecanismos de bomba-relógio preparados para explodir em datas determinadas, antes do próximo dia 21, além de várias bolsas com explosivos e detonadores, graças a uma ligaçao telefônica anônima, precisou a mesma fonte.

Os controles de identidade e revistas de prédios e veículos, que se multiplicaram em todo o território russo há alguns dias, permitiram a detençao de 27 suspeitos em Moscou, e a apreensao de grandes quantidades de explosivos.

Os serviços de segurança continuam procurando 1,8 tonelada de explosivos que faziam parte de um carregamento do qual só se recuperou a metade durante operaçoes da polícia na capital.

A mobilizaçao geral das forças de ordem na Rússia nao impediram um novo ato terrorista nesta manha, quando uma bomba explodiu diante de um edifício residencial de Volgodonsk (Sul da Rússia), causando 17 mortos, segundo um balanço provisório. Este edifício foi revistado de cima abaixo dentro do reforço das medidas de segurança decididas na segunda-feira passada pelo Kremlin.

Desde 31 de agosto, cinco atentados causaram um total de 292 mortos na Rússia, em Moscou, Buinaksk, no Daguestao e o último nesta manha, em Volgodonsk.

Os quatro primeiros foram reivindicados pelo Exército de Libertaçao de Daguestao, uma organizaçao que estaria ligada aos islamitas do Cáucaso, para vingar-se das operaçoes militares russas no Daguestao e Chechênia.

``Todas essas explosoes através do território russo sao elos de uma mesma corrente'', afirmou hoje o porta-voz do FSB, Alexandre Zdanovitch, comentando a explosao de Volgodonsk. ``Temos diante de nós terroristas internacionais com um plano muito preciso'', enfatizou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FSB diz que 6 atentados foram evitados em Moscou

Do Diário do Grande ABC

16/09/1999 | 11:45


Seis atentados com bomba estavam para ocorrer em Moscou, nos próximos dias, mas foram evitados pelos serviços de segurança russos, informou a assessoria de imprensa do FSB (ex-KGB).

A polícia descobriu em Moscou seis mecanismos de bomba-relógio preparados para explodir em datas determinadas, antes do próximo dia 21, além de várias bolsas com explosivos e detonadores, graças a uma ligaçao telefônica anônima, precisou a mesma fonte.

Os controles de identidade e revistas de prédios e veículos, que se multiplicaram em todo o território russo há alguns dias, permitiram a detençao de 27 suspeitos em Moscou, e a apreensao de grandes quantidades de explosivos.

Os serviços de segurança continuam procurando 1,8 tonelada de explosivos que faziam parte de um carregamento do qual só se recuperou a metade durante operaçoes da polícia na capital.

A mobilizaçao geral das forças de ordem na Rússia nao impediram um novo ato terrorista nesta manha, quando uma bomba explodiu diante de um edifício residencial de Volgodonsk (Sul da Rússia), causando 17 mortos, segundo um balanço provisório. Este edifício foi revistado de cima abaixo dentro do reforço das medidas de segurança decididas na segunda-feira passada pelo Kremlin.

Desde 31 de agosto, cinco atentados causaram um total de 292 mortos na Rússia, em Moscou, Buinaksk, no Daguestao e o último nesta manha, em Volgodonsk.

Os quatro primeiros foram reivindicados pelo Exército de Libertaçao de Daguestao, uma organizaçao que estaria ligada aos islamitas do Cáucaso, para vingar-se das operaçoes militares russas no Daguestao e Chechênia.

``Todas essas explosoes através do território russo sao elos de uma mesma corrente'', afirmou hoje o porta-voz do FSB, Alexandre Zdanovitch, comentando a explosao de Volgodonsk. ``Temos diante de nós terroristas internacionais com um plano muito preciso'', enfatizou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;