Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

'Talibã australiano' será julgado ainda este mês


Da AFP

08/03/2007 | 07:56


O primeiro-ministro da Austrália, John Howard, anunciou nesta quinta-feira que o cidadão australiano suspeito de terrorismo, detido há cinco anos na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba, comparecerá no dia 20 de março a um tribunal militar.

O premiê, fiel aliado do presidente dos estados Unidos, George W. Bush, fez o anúncio no momento em que sofre pressões para repatriar ou garantir um processo justo a David Hicks, chamado pela imprensa de 'talibã australiano'.

"Demorou muito tempo", reconheceu à rádio nacional Howard, cujo apoio incondicional aos Estados Unidos gera cada vez mais protestos entre a população de seu país, a poucos meses das eleições gerais.

O primeiro-ministro considerou que o estabelecimento da data para o julgamento foi uma conseqüência direta de suas gestões com Bush e o vice-presidente americano, Dick Cheney, que visitou a Austrália em fevereiro.

Convertido ao islamismo, Hicks, 31 anos, foi capturado em 2001 no Afeganistão quando combatia ao lado dos talibã. Há um mês foi indiciado por apoio material a atividades terroristas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;