Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Relator do PPA ganha elogios até de ACM


Do Diário do Grande ABC

28/09/1999 | 19:47


Depois de uma briga que se estendeu por quase três semanas e que ameaçou a base de sustentaçao do governo no Congresso, o PMDB anunciou nesta terça-feira a escolha do deputado Renato Vianna (PMDB-SC) para assumir o cargo de relator do Plano Plurianual (PPA). Logo depois da escolha, o novo relator já havia nao apenas conquistado a anuência dos outros partidos, como também arrancado elogios de líderes governistas e de oposiçao.

Até o presidente do Congresso, senador Antonio Carlos Magalhaes (PFL-BA), maior adversário do PMDB nesta disputa, recebeu com bons olhos a indicaçao pemedebista. "Se for ele mesmo, é um bom nome", afirmou o senador ao ser informado de que Renato Vianna acabara de ser convidado para assumir a relatoria do plano. O novo relator afirmou que iniciaria sua análise do PPA ainda nesta terça-feira e que seu primeiro ato como relator seria alterar o cronograma de trabalho da Comissao Mista do Orçamento, encurtando prazos para a discussao e apresentaçao de emendas ao projeto.

O novo prazo para a entrega de emendas ao PPA deverá ser o dia 15 de outubro - três dias antes da data final de apresentaçao de emendas ao orçamento de 2000, portanto.

"Temos que aprovar o PPA antes do orçamento", determinou o novo relator, que pretende limitar o número de emendas a serem apresentadas pelos parlamentares. Vianna confirmou ainda que manterá a divisao do relatório em dez sub-relatorias, seguindo uma decisao que havia sido tomada pelo colégio de líderes ainda durante o impasse na escolha do relator.

"Vamos criar as dez relatorias adjuntas, de acordo com os dez eixos de desenvolvimento criados pelo governo e para isso vamos atender ao critério da proporcionalidade partidária", afirmou o relator, atendendo à reivindicaçao dos partidos de oposiçao que, com a nova divisao, acabarao ganhando algumas sub-relatorias. "Foi uma grande escolha: um homem sério, que nunca participou de negociatas", disse o líder do PT na Câmara, deputado José Genoíno (SP).

O líder petista fez coro com o líder do governo no Congresso, deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), que também comemorou a indicaçao com entusiasmo. "Valeu a pena o PMDB ter demorado a escolher. Eu conheço bem o Vianna, tenho certeza de que ele fará um bom trabalho na relatoria", disse Virgílio. O nome do parlamentar que substituiria o presidente do PMDB, Jader Barbalho (PA), na relatoria do PPA, deveria ter sido anunciado pelo partido na sexta-feira da semana passada.

Renato Vianna acredita ser difícil criar um novo eixo de desenvolvimento no projeto - o Eixo Costeiro -, como queriam os políticos do Nordeste. "Vamos tirar o dinheiro de onde? Acho difícil acatar essa proposta, mas vamos estudar", analisou o relator. O catarinense deve se preparar para as críticas de parlamentares nordestinos, que esperavam ver um deputado da regiao ocupando o cargo de relator do PPA.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Relator do PPA ganha elogios até de ACM

Do Diário do Grande ABC

28/09/1999 | 19:47


Depois de uma briga que se estendeu por quase três semanas e que ameaçou a base de sustentaçao do governo no Congresso, o PMDB anunciou nesta terça-feira a escolha do deputado Renato Vianna (PMDB-SC) para assumir o cargo de relator do Plano Plurianual (PPA). Logo depois da escolha, o novo relator já havia nao apenas conquistado a anuência dos outros partidos, como também arrancado elogios de líderes governistas e de oposiçao.

Até o presidente do Congresso, senador Antonio Carlos Magalhaes (PFL-BA), maior adversário do PMDB nesta disputa, recebeu com bons olhos a indicaçao pemedebista. "Se for ele mesmo, é um bom nome", afirmou o senador ao ser informado de que Renato Vianna acabara de ser convidado para assumir a relatoria do plano. O novo relator afirmou que iniciaria sua análise do PPA ainda nesta terça-feira e que seu primeiro ato como relator seria alterar o cronograma de trabalho da Comissao Mista do Orçamento, encurtando prazos para a discussao e apresentaçao de emendas ao projeto.

O novo prazo para a entrega de emendas ao PPA deverá ser o dia 15 de outubro - três dias antes da data final de apresentaçao de emendas ao orçamento de 2000, portanto.

"Temos que aprovar o PPA antes do orçamento", determinou o novo relator, que pretende limitar o número de emendas a serem apresentadas pelos parlamentares. Vianna confirmou ainda que manterá a divisao do relatório em dez sub-relatorias, seguindo uma decisao que havia sido tomada pelo colégio de líderes ainda durante o impasse na escolha do relator.

"Vamos criar as dez relatorias adjuntas, de acordo com os dez eixos de desenvolvimento criados pelo governo e para isso vamos atender ao critério da proporcionalidade partidária", afirmou o relator, atendendo à reivindicaçao dos partidos de oposiçao que, com a nova divisao, acabarao ganhando algumas sub-relatorias. "Foi uma grande escolha: um homem sério, que nunca participou de negociatas", disse o líder do PT na Câmara, deputado José Genoíno (SP).

O líder petista fez coro com o líder do governo no Congresso, deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), que também comemorou a indicaçao com entusiasmo. "Valeu a pena o PMDB ter demorado a escolher. Eu conheço bem o Vianna, tenho certeza de que ele fará um bom trabalho na relatoria", disse Virgílio. O nome do parlamentar que substituiria o presidente do PMDB, Jader Barbalho (PA), na relatoria do PPA, deveria ter sido anunciado pelo partido na sexta-feira da semana passada.

Renato Vianna acredita ser difícil criar um novo eixo de desenvolvimento no projeto - o Eixo Costeiro -, como queriam os políticos do Nordeste. "Vamos tirar o dinheiro de onde? Acho difícil acatar essa proposta, mas vamos estudar", analisou o relator. O catarinense deve se preparar para as críticas de parlamentares nordestinos, que esperavam ver um deputado da regiao ocupando o cargo de relator do PPA.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;