Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Paulistanos estao sem ônibus e metrô nesta 2ª


Do Diário do Grande ABC

17/05/1999 | 08:13


A populaçao de Sao Paulo está sem ônibus e metrô nesta terça-feira. Motoristas e cobradores decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir da zero hora. Os metroviários têm uma reuniao de conciliaçao marcada para esta segunda-feira, às 13 horas, no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O trânsito está complicado em toda a cidade.

Segundo o presidente do Sindicato dos Condutores e Cobradores, Gregório Poço, as empresas querem aumentar o tempo de refeiçao de 30 minutos para uma hora, mas sem remuneraçao, além de contratar novos funcionários com jornada de 25 horas. Outra problema, diz Poço, é que as empresas querem dar o vale-refeiçao de acordo com a produtividade dos funcionários. Se fossem transportados 100 milhoes de passageiros por mês, o vale seria de R$ 2. O valor aumentaria em R$ 1 para cada outros 5 milhoes que utilizassem o transporte público. Assim, para receber vale de R$ 6, teriam de ser transportadas 125 milhoes de pessoas. Atualmente, 90 milhoes usam o sistema.

As dificuldades enfrentadas pelos metroviários sao semelhantes. Segundo o presidente do Sindicato dos Metroviários de Sao Paulo, Onofre Gonçalves Jesus, o Metrô está reduzindo o tíquete-refeiçao, a hora extra e o auxílio doença.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulistanos estao sem ônibus e metrô nesta 2ª

Do Diário do Grande ABC

17/05/1999 | 08:13


A populaçao de Sao Paulo está sem ônibus e metrô nesta terça-feira. Motoristas e cobradores decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir da zero hora. Os metroviários têm uma reuniao de conciliaçao marcada para esta segunda-feira, às 13 horas, no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O trânsito está complicado em toda a cidade.

Segundo o presidente do Sindicato dos Condutores e Cobradores, Gregório Poço, as empresas querem aumentar o tempo de refeiçao de 30 minutos para uma hora, mas sem remuneraçao, além de contratar novos funcionários com jornada de 25 horas. Outra problema, diz Poço, é que as empresas querem dar o vale-refeiçao de acordo com a produtividade dos funcionários. Se fossem transportados 100 milhoes de passageiros por mês, o vale seria de R$ 2. O valor aumentaria em R$ 1 para cada outros 5 milhoes que utilizassem o transporte público. Assim, para receber vale de R$ 6, teriam de ser transportadas 125 milhoes de pessoas. Atualmente, 90 milhoes usam o sistema.

As dificuldades enfrentadas pelos metroviários sao semelhantes. Segundo o presidente do Sindicato dos Metroviários de Sao Paulo, Onofre Gonçalves Jesus, o Metrô está reduzindo o tíquete-refeiçao, a hora extra e o auxílio doença.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;