Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Proposta brasileira na ONU sobre homossexuais gera polêmica


Da AFP

18/03/2004 | 08:56


Organizações civis e congressistas do Peru reforçaram, nesta quinta-feira, o pedido de apoio incondicional do presidente Alejandro Toledo à proposta brasileira sobre homossexualidade que será debatida na Comissão de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas).

A proposta veio à tona depois que a comissão de Saúde do Congresso (unicameral) decidiu pedir ao presidente peruano que a delegação do país rejeite a iniciativa do Brasil na ONU. O congressista Javier Diez Canseco (esquerda) lembrou que a proposta, apresentada ano passado por representantes brasileiros, será discutida e votada na 60ª rodada de debates da comissão, marcada para abril, em Genebra (Suíça).

Canseco criticou a Comissão de Saúde por confundir conceitos da proposta ao "acreditar que a liberdade de orientação sexual" - citada na proposta brasileira - é o mesmo que apoiar a pedofilia".

Cerca de 25 ONGs, entre elas organizações de direitos humanos, feministas, mulheres, gays e lésbicas, exigem o "apoio incondicional" de Lima ao projeto apresentado por Brasília.

A proposta destaca que a diversidade sexual é parte integrante dos direitos humanos e convoca os Estados a promover e proteger os direitos de todas as pessoas, independentemente de sua opção sexual.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;