Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Paraguai pode adiar eleiçao para vice-presidente até 2003


Do Diário do Grande ABC

19/06/1999 | 15:09


O governo estuda adiar até 2003 a eleiçao do novo vice-presidente em substituiçao a Luis Maria Argaña, assassinado em março, devido à falta de recursos para financiar o pleito. A informaçao foi divulgada por autoridades eleitorais e fontes do governante partido Colorado.

``Nao temos dinheiro para nada. Desta forma, nao podemos organizar e realizar uma eleiçao sem dinheiro``, disse o presidente do Partido Colorado, senador Bader Rachid Lichi.

As eleiçoes para vice-presidente estao marcadas para 6 de fevereiro de 2000, mas Rafael Dendia, membro da Justiça Eleitoral, disse que para cumprir esta meta ``necessitamos de 17 milhoes de guaranis (US$ 6 milhoes). E de onde sairá este dinheiro? Ninguém sabe``, respondeu.

Dendia revelou que ``a constituiçao nacional estabelece que ao abrir uma vaga na vice-presidência, deve-se convocar eleiçoes para eleger o sucessor, mas nao especifica quando deve ser realizado o pleito``.

Mario Paz Castaing, senador e vice-presidente do Partido Encontro Nacional, segunda maior força opositora, afirmou que ``neste momento nao há dinheiro nos cofres do Estado. O povo precisa é de trabalho, e nao de novas eleiçoes``, advertiu. As estatísticas oficiais, bem como as pesquisas de empresas privadas, apontam que o Paraguai vive uma de suas piores crises econômicas dos últimos 50 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paraguai pode adiar eleiçao para vice-presidente até 2003

Do Diário do Grande ABC

19/06/1999 | 15:09


O governo estuda adiar até 2003 a eleiçao do novo vice-presidente em substituiçao a Luis Maria Argaña, assassinado em março, devido à falta de recursos para financiar o pleito. A informaçao foi divulgada por autoridades eleitorais e fontes do governante partido Colorado.

``Nao temos dinheiro para nada. Desta forma, nao podemos organizar e realizar uma eleiçao sem dinheiro``, disse o presidente do Partido Colorado, senador Bader Rachid Lichi.

As eleiçoes para vice-presidente estao marcadas para 6 de fevereiro de 2000, mas Rafael Dendia, membro da Justiça Eleitoral, disse que para cumprir esta meta ``necessitamos de 17 milhoes de guaranis (US$ 6 milhoes). E de onde sairá este dinheiro? Ninguém sabe``, respondeu.

Dendia revelou que ``a constituiçao nacional estabelece que ao abrir uma vaga na vice-presidência, deve-se convocar eleiçoes para eleger o sucessor, mas nao especifica quando deve ser realizado o pleito``.

Mario Paz Castaing, senador e vice-presidente do Partido Encontro Nacional, segunda maior força opositora, afirmou que ``neste momento nao há dinheiro nos cofres do Estado. O povo precisa é de trabalho, e nao de novas eleiçoes``, advertiu. As estatísticas oficiais, bem como as pesquisas de empresas privadas, apontam que o Paraguai vive uma de suas piores crises econômicas dos últimos 50 anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;