Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Liga Árabe quer ajudar na reconstrução do Iraque


Da AFP

22/06/2003 | 16:33


O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Mussa, afirmou neste domingo que "a maioria" dos países árabes está disposta a contribuir para a reconstrução e segurança no Iraque, mas apenas sob coordenação das Nações Unidas (ONU).

"Estamos dispostos a ajudar nos esforços de reconstrução e segurança no Iraque, mas apenas se isso for feito com a ONU", disse Mussa, durante uma reunião do Fórum Econômico Mundial (FEM), em Shuneh (Jordânia), às margens do Mar Morto.

Depois, Mussa afirmou que o Conselho Político iraquiano que os Estados Unidos querem criar não é suficiente. "Nós queremos ver um governo iraquiano, provisório ou temporário. Queremos tratar com um governo iraquiano", acrescentou.

O administrador civil americano do Iraque, Paul Bremer, que falou antes de Mussa, reiterou o compromisso anglo-americano a favor de um "Iraque livre e dirigido por um governo representativo eleito por seu povo".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Liga Árabe quer ajudar na reconstrução do Iraque

Da AFP

22/06/2003 | 16:33


O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Mussa, afirmou neste domingo que "a maioria" dos países árabes está disposta a contribuir para a reconstrução e segurança no Iraque, mas apenas sob coordenação das Nações Unidas (ONU).

"Estamos dispostos a ajudar nos esforços de reconstrução e segurança no Iraque, mas apenas se isso for feito com a ONU", disse Mussa, durante uma reunião do Fórum Econômico Mundial (FEM), em Shuneh (Jordânia), às margens do Mar Morto.

Depois, Mussa afirmou que o Conselho Político iraquiano que os Estados Unidos querem criar não é suficiente. "Nós queremos ver um governo iraquiano, provisório ou temporário. Queremos tratar com um governo iraquiano", acrescentou.

O administrador civil americano do Iraque, Paul Bremer, que falou antes de Mussa, reiterou o compromisso anglo-americano a favor de um "Iraque livre e dirigido por um governo representativo eleito por seu povo".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;