Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Os guardinhas do Coronel Juventino

Em Hermano em Pauta, um retorno à velha São Caetano...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

23/01/2012 | 00:00


Em Hermano em Pauta, um retorno à velha São Caetano. A cidade crescia no pós-movimento autonomista. Ganhava novas legiões de moradores. Industrializava-se. Repicavam os problemas sociais. Buscavam-se soluções. Entre os idealistas, o coronel Juventino Borges, que nos deixou o ano passado.

Bastão branco em punho
Texto: Hermano Pini Filho

Em fins da década dos anos 1950 o coronel Juventino Borges criou a Guarda Mirim de São Caetano. Eram patrulheiros infanto-juvenis que, devidamente uniformizados, chegaram a orientar o trânsito em determinadas vias públicas da cidade. Recebiam treinamento especial, consentâneo com a pouca idade dos que formavam o grupo. Quando prontos para entrar em ação, iam para alguns cruzamentos de ruas centrais.

Adequadamente fardados, bastão branco em punho, era interessante ver aqueles meninos diante de veículos, às vezes grandes caminhões ou ônibus, para ordenar o trânsito num movimentado cruzamento, por exemplo.

Havia respeito pelos patrulheiros mirins. No início alguns achavam engraçada a atuação dos jovens. Havia quem parasse na calçada para acompanhar o trabalho de compenetrados guardinhas. Era elogiada a iniciativa.

Na época, a presença de veículos nas vias públicas era incomparavelmente menor em relação ao que se observa hoje. Assim, entende-se que na atualidade seria difícil encarregar guardinhas como aqueles do coronel Juventino Borges para orientar o trânsito em cidades médias e grandes; ou gigantescas, no caso de São Paulo com mais de 10 milhões de habitantes e acima de 7 milhões de veículos. Algo impensável.

Guardinhas do coronel Juventino Borges, menciona-se acima, porque ele se empenhava seriamente na formação dos pequenos patrulheiros. Desde o início insistiu para que todos apoiassem a iniciativa. E, admite-se, não lhe faltou apoio, seja de autoridades públicas, seja da população. 

Ainda hoje existem os Patrulheiros Mirins de São Caetano, lembra o atuante líder autonomista Mário Porfírio Rodrigues em três páginas da revista Raízes, edição de dezembro de 2011, ao registrar que Juventino Borges, falecido há pouco mais de seis meses, "escreveu um capítulo importante da história de São Caetano do Sul". 

Na foto, um guardinha em atividade no cruzamento da Avenida Conde Francisco Matarazzo com a Rua Serafim Constantino, diante da Casa Weigand, na época importante estabelecimento comercial. Hoje, com a ampliação das áreas ocupadas pelo terminal rodoviário, desapareceu todo o quarteirão onde ficava não só a Casa Weigand, como tantas outras voltadas para as mais variadas atividades... 

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 23 de janeiro de 1982

Manchete - Metalúrgicos dão início à campanha contra automação.
Santo André - Falta segurança em ponte sobre o Rio Tamanduateí, na Avenida dos Estados, próxima a Capuava. Chamada de primeira página ilustrada com foto assinada por Reinaldo Martins.
Editorial - Repor dinheiro é ato de hombridade.
Social - Baile de formatura dos alunos do Colégio Singular acontece hoje no Círculo Militar de São Paulo. Moçada in da região marcará presença.
Carnaval 82 - Concurso de blocos da Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo terá quatro participantes: Dragões de Ouro, Juca Pato, PAF (Paz, Amor e Folia) e o novato Água Viva, de Riacho Grande.
Polícia - Pais usavam corrente para prender filha de oito anos no Jardim do Estádio.

EM 23 DE JANEIRO DE...
1932 - Inaugurado em São Caetano um rinque de patinação de propriedade da empresa Lorenzini, denominado O meu rinque.

1997 - Começa cobrança da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Trabalhadores
Nº DE ORDEM
71 - Maurílio José. Ensacador da fábrica de adubos Fernando Hackradt. Residia à Rua Rússia, 168.
72 - Antonio dos Santos, de São Carlos. Operário da Rhodia.
73 - Joaquim Lopes dos Reis, de Portugal. Operário da Sociedade Nacional Fabril. Residia à Rua Espírito Santo, 584.
Fonte - 2º Livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC. Ano: 1957. Presidente: Trajano José das Neves.

HOJE 
Começa o Ano Novo chinês, O Ano do Dragão: 4709.

SANTOS DO DIA 
Áquila, Ildefonso e Severiano. Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.

Na foto, Santa Luzia. Século 17. Autor desconhecido. Origem: São Paulo, Capital. Procedência: Ordem Terceira do Carmo. Barro cozido policromado.
Fontes: Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Ademir Medici; Contatos: 3326-1373 - 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

Livro novo 
Tamises 9. Revista da Academia de Letras da Grande São Paulo (All Print Editora, 2011). Contos, crônicas e poesias de vários autores. Notícias e pronunciamentos dos novos acadêmicos: Humberto Pastore, Flavio Mello e Glenir Santarnechi. Prefácio da presidente Gioconda Labecca. Capa: Benino Paino. 

USCS 
Aniversário de Armando Marchi (São Caetano, 23 de janeiro de 1948). Integrou a turma pioneira da atual USCS: Administração de Empresas, 1970. 
Fonte: Centro de Memória da USCS.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;