Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Conferência reúne jovens em S.André

Jovens de cinco das sete cidades do Grande ABC se reuniram para discutir direitos de crianças e adolescentes


Evandro Enoshita
Do Diário do Grande ABC

30/08/2009 | 07:00


Jovens de cinco das sete cidades do Grande ABC estiveram reunidos na manhã de ontem, em Santo André, para a Conferência Lúdica Regional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Apenas Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não enviaram representantes.

Promovida pelo Grupo Temático Criança Prioridade I, do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, o encontro teve como objetivo incentivar os jovens a discutir propostas para a formulação de uma política de promoção e proteção dos seus direitos.

Secretário de Inclusão Social de Santo André, Ademar Carlos de Oliveira disse ter ficardo impressionado com as idéias de alguns dos adolescentes.

"Algumas propostas me surpreenderam pelo profundo senso de realidade. Uma delas dizia respeito a redução do número de bares nas cidades. É ingênua, mas ao mesmo tempo muito forte, tendo em vista o papel do álcool na violação dos direitos dos jovens", pontuou Oliveira.

Buscando incentivar o protagonismo juvenil na sociedade, o coordenador do Grupo Temático e diretor presidente da Fundação Criança de São Bernardo, Ariel de Castro Alves, citou uma iniciativa para permitir a participação de grupos de jovens nas reuniões do Criança Prioridade I.

"Caso seja aprovada, essa proposta irá contribuir para fortalecer o grupo. Não somos nós, adultos, que devemos definir as regras, mas sim os jovens que precisam defender o Estatuto da Criança e do Adolescente", destacou Ariel.

REPRESENTANTES - Suas idades variam entre 13 e 17 anos, mas eles já tem a responsabilidade de representar os jovens e as idéias de suas cidades. Este é o papel dos delegados eleitos nas conferências municipais para participarem do evento realizado ontem.

Representante de São Caetano, F.A., 17 anos, destacou a importância do legado que eles deixarão para as gerações futuras.

"O jovem precisa ser consultado. Mesmo sem ter a mesma percepção de mundo que um adulto, sabemos o que é melhor para nós, Estamos garantindo direitos não só para nós, mas também para as crianças e adolescentes do futuro", ressaltou F.

Ao longo da conferência regional, foram escolhidos também os delegados que irão representar a região na rodada estadual, em setembro, na cidade de Águas de Lindóia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Conferência reúne jovens em S.André

Jovens de cinco das sete cidades do Grande ABC se reuniram para discutir direitos de crianças e adolescentes

Evandro Enoshita
Do Diário do Grande ABC

30/08/2009 | 07:00


Jovens de cinco das sete cidades do Grande ABC estiveram reunidos na manhã de ontem, em Santo André, para a Conferência Lúdica Regional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Apenas Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não enviaram representantes.

Promovida pelo Grupo Temático Criança Prioridade I, do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, o encontro teve como objetivo incentivar os jovens a discutir propostas para a formulação de uma política de promoção e proteção dos seus direitos.

Secretário de Inclusão Social de Santo André, Ademar Carlos de Oliveira disse ter ficardo impressionado com as idéias de alguns dos adolescentes.

"Algumas propostas me surpreenderam pelo profundo senso de realidade. Uma delas dizia respeito a redução do número de bares nas cidades. É ingênua, mas ao mesmo tempo muito forte, tendo em vista o papel do álcool na violação dos direitos dos jovens", pontuou Oliveira.

Buscando incentivar o protagonismo juvenil na sociedade, o coordenador do Grupo Temático e diretor presidente da Fundação Criança de São Bernardo, Ariel de Castro Alves, citou uma iniciativa para permitir a participação de grupos de jovens nas reuniões do Criança Prioridade I.

"Caso seja aprovada, essa proposta irá contribuir para fortalecer o grupo. Não somos nós, adultos, que devemos definir as regras, mas sim os jovens que precisam defender o Estatuto da Criança e do Adolescente", destacou Ariel.

REPRESENTANTES - Suas idades variam entre 13 e 17 anos, mas eles já tem a responsabilidade de representar os jovens e as idéias de suas cidades. Este é o papel dos delegados eleitos nas conferências municipais para participarem do evento realizado ontem.

Representante de São Caetano, F.A., 17 anos, destacou a importância do legado que eles deixarão para as gerações futuras.

"O jovem precisa ser consultado. Mesmo sem ter a mesma percepção de mundo que um adulto, sabemos o que é melhor para nós, Estamos garantindo direitos não só para nós, mas também para as crianças e adolescentes do futuro", ressaltou F.

Ao longo da conferência regional, foram escolhidos também os delegados que irão representar a região na rodada estadual, em setembro, na cidade de Águas de Lindóia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;