Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fujimori não descarta se candidatar ao Senado japonês


Da AFP

24/06/2007 | 15:08


A agência japonesa Kyodo noticiou neste sábado que o ex-presidente peruano, Alberto Fujimori, decidirá nos próximos dias se irá se lançar candidato às eleições para o Senado no Japão em julho. O ex-presidente é origem japonesa e está atualmente sob prisão domiciliar no Chile.

A possibilidade de se apresentar nas eleições de 29 de julho foi apresentada a Fujimori por um pequeno partido conservador japonês, surgido de uma dissidência do PLD (Partido Liberal Democrata).

O ex-presidente disse à agencia que a oferta “é uma honra”. Fujimori enfrenta um processo de extradição apresentado pela Justiça peruana, que quer julgá-lo por vários crimes.

“Estou refletindo para saber se me apresento nestas eleições”, acrescentou, reconhecendo que se trata de uma opção difícil, já que nunca, no passado, se candidatou em nenhuma eleição japonesa. Aparentemente, no entanto, nada impede que Fujimori se apresente em eleições de seu país de origem.

Segundo meios de comunicação japoneses, o Novo Partido do Povo, criado em 2005 por dissidentes do poderoso PLD, enviou um emissário a Santiago para convidar Fujimori a se candidatar ao Senado japonês.

Após sua derrocada, em 2000, ele passou cinco anos exilado em Tóquio (Japão), antes de se apresentar em 2005 no Chile, onde foi detido.

O pedido de extradição apresentado pela Justiça peruana contra o ex-presidente se fundamenta em 12 casos de violação de direitos humanos e de corrupção. O promotor chileno que acompanha seu caso se pronunciou no início de junho a favor do envio de Fujimori ao Peru.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fujimori não descarta se candidatar ao Senado japonês

Da AFP

24/06/2007 | 15:08


A agência japonesa Kyodo noticiou neste sábado que o ex-presidente peruano, Alberto Fujimori, decidirá nos próximos dias se irá se lançar candidato às eleições para o Senado no Japão em julho. O ex-presidente é origem japonesa e está atualmente sob prisão domiciliar no Chile.

A possibilidade de se apresentar nas eleições de 29 de julho foi apresentada a Fujimori por um pequeno partido conservador japonês, surgido de uma dissidência do PLD (Partido Liberal Democrata).

O ex-presidente disse à agencia que a oferta “é uma honra”. Fujimori enfrenta um processo de extradição apresentado pela Justiça peruana, que quer julgá-lo por vários crimes.

“Estou refletindo para saber se me apresento nestas eleições”, acrescentou, reconhecendo que se trata de uma opção difícil, já que nunca, no passado, se candidatou em nenhuma eleição japonesa. Aparentemente, no entanto, nada impede que Fujimori se apresente em eleições de seu país de origem.

Segundo meios de comunicação japoneses, o Novo Partido do Povo, criado em 2005 por dissidentes do poderoso PLD, enviou um emissário a Santiago para convidar Fujimori a se candidatar ao Senado japonês.

Após sua derrocada, em 2000, ele passou cinco anos exilado em Tóquio (Japão), antes de se apresentar em 2005 no Chile, onde foi detido.

O pedido de extradição apresentado pela Justiça peruana contra o ex-presidente se fundamenta em 12 casos de violação de direitos humanos e de corrupção. O promotor chileno que acompanha seu caso se pronunciou no início de junho a favor do envio de Fujimori ao Peru.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;