Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Jornais dos EUA poderao ter classificados conjuntos na Internet


Do Diário do Grande ABC

29/09/1999 | 16:32


O próximo empreendimento dos jornais poderá ser um serviço conjunto de anúncios classificados na Internet. A proposta foi apresentada pelo presidente da Associaçao de Jornais dos Estados Unidos, William S. Morris, em um discurso no Clube Nacional de Imprensa. "Convoco a todos os donos e diretores de jornais. Ponhamos nossos classificados online e estaremos criando um mercado nacional de classificados".

"É nos anúncios classificados onde somos mais vulneráveis à nova competiçao e, por outro lado, onde estao as maiores oportunidades", disse Morris, presidente do Morris Communications Group, que publica 31 diários, 11 jornais nao diários e 13 revistas.

"Ofereçamos ao usuário de computador em Nova Jersey a oportunidade de ver quais casas estao à venda no Colorado", disse. "Permitamos ao metalúrgico desempregado em Flint, Michigan, analisar as oportunidades de emprego no sudoeste".

"Imaginemos o mercado comercial que criaremos ao combinar a nova tecnologia com nossas páginas tradicionais de anúncios classificados".

A associaçao representa mais de 2 mil jornais nos Estados Unidos e Canadá, 87 por cento dos que circulam diariamente. Mais e mais jornais aproveitam a informática. Milhares têm ediçoes eletrônicas e redatores dedicados a escrever essas notas.

Mais de 750 jornais publicam anúncios classificados em suas páginas individuais na rede, segundo Morris. Alguns formaram parcerias para competir em âmbito nacional. A associaçao registrou um símbolo para ajudar jornais e leitores a reconhecerem rapidamente um anúncio originado em um jornal.

Os norte-americanos saberao aproveitar um serviço nacional de anúncios classificados, disse Morris. "Temos os anúncios. Somos os portais. Temos a confiança do público e o reconhecimento da marca. Temos a tecnologia e os critérios técnicos", ressaltou.

Apesar dos progressos da Internet, Morris nao considera que o jornal impresso vá desaparecer. "Nao vejo nada na nova tecnologia que elimine a necessidade do jornal nem, por certo, de jornalistas formados, responsáveis, éticos e agressivos", afirmou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;