Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Cinema brasileiro ganha dois prêmios no Festival Ibero-Americano


Do Diário do Grande ABC

29/08/1999 | 17:29


O Brasil ganhou dois prêmios no recém-encerrado Festival Ibero-Americano de Santa Cruz, realizado na Bolívia: ator, para Marco Nanini, e roteiro, para Carlos Alberto Ratton, ambos de "Amor & Cia", dirigido por Helvécio Ratton. O troféu de melhor filme foi atribuído ao longa-metragem "A Vendedora de Rosas", do colombiano Victor Gaviria. O prêmio Especial do Júri ficou para o cubano "La Vida Es Silbar", de Fernando Perez, que recentemente saiu de Gramado com as maos abanando.

O prêmio de melhor atriz foi destinado a Blanca Guerra, protagonista do mexicano "Un Embrujo", que acumulou também o troféu de fotografia, realizada por Rodrigo Prieto. O português "Fintar o Destino", de Fernando Vendrell, ficou com o prêmio de Opera Prima, atribuído a diretores estreantes em longa-metragem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cinema brasileiro ganha dois prêmios no Festival Ibero-Americano

Do Diário do Grande ABC

29/08/1999 | 17:29


O Brasil ganhou dois prêmios no recém-encerrado Festival Ibero-Americano de Santa Cruz, realizado na Bolívia: ator, para Marco Nanini, e roteiro, para Carlos Alberto Ratton, ambos de "Amor & Cia", dirigido por Helvécio Ratton. O troféu de melhor filme foi atribuído ao longa-metragem "A Vendedora de Rosas", do colombiano Victor Gaviria. O prêmio Especial do Júri ficou para o cubano "La Vida Es Silbar", de Fernando Perez, que recentemente saiu de Gramado com as maos abanando.

O prêmio de melhor atriz foi destinado a Blanca Guerra, protagonista do mexicano "Un Embrujo", que acumulou também o troféu de fotografia, realizada por Rodrigo Prieto. O português "Fintar o Destino", de Fernando Vendrell, ficou com o prêmio de Opera Prima, atribuído a diretores estreantes em longa-metragem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;