Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Kosovo: OTAN prorroga prazo de entrega de armas


Do Diário do Grande ABC

22/08/1999 | 14:45


A pedido dos habitantes sérvios de Orahovac, um povoado do sul de Kosovo, a OTAN prorrogou este domingo o prazo para a entrega de armas antes que as forças de paz iniciem batidas casa por casa e detenham os que violarem a restriçao.

As forças da OTAN tinham ameaçado realizar as batidas em Orahovac para apreender armas nao autorizadas antes de os soldados holandeses entregarem a populaçao à força de paz russa nos próximos dias.

O tenente-coronel holandês Ton van Loon, comandante da área de Orahovac, disse ao final do prazo anterior - ontem à noite - que os sérvios continuavam entregando suas armas e que por isso a OTAN tinha decidido prorrogar o prazo. "O volume de armas é tal que ainda levaremos algum tempo a recolhê-las", admitiu. "Mas a operaçao está sendo realizada muito melhor do que esperávamos. Penso que a populaçao está tentando entregar tudo o que tem em seu poder'', ressaltou o militar.

Em Orahovac, cenário no ano passado de intensos combates entre sérvios e componentes do Exército de Libertaçao de Kosovo, soldados holandeses e alemaes estavam prontos para realizar uma batida entre a populaçao sérvia, depois da detençao de três sérvios acusados de cometer atrocidades contra habitantes de etnia albanesa.

Nas primeiras horas de sábado, forças alemas e holandesas colocaram cartazes no distrito sérvio com os nomes dos que tinham recebido armas da polícia sérvia, ordenando que essas pessoas as devolvessem em pontos de coleta da OTAN no centro do povoado. "Se acatarem essas instruçoes estarao livres de puniçao", diziam os cartazes, acrescentando que os membros da força de paz iniciariam batidas casa por casa ao final do prazo fixado. "Se encontrarmos alguma arma, o proprietário será preso", advertia o cartaz.

Na tarde deste sábado, moradores sérvios haviam entregue 600 armas e, na manha deste domingo, continuavam entregando, em ritmo mais lento, informaram os soldados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kosovo: OTAN prorroga prazo de entrega de armas

Do Diário do Grande ABC

22/08/1999 | 14:45


A pedido dos habitantes sérvios de Orahovac, um povoado do sul de Kosovo, a OTAN prorrogou este domingo o prazo para a entrega de armas antes que as forças de paz iniciem batidas casa por casa e detenham os que violarem a restriçao.

As forças da OTAN tinham ameaçado realizar as batidas em Orahovac para apreender armas nao autorizadas antes de os soldados holandeses entregarem a populaçao à força de paz russa nos próximos dias.

O tenente-coronel holandês Ton van Loon, comandante da área de Orahovac, disse ao final do prazo anterior - ontem à noite - que os sérvios continuavam entregando suas armas e que por isso a OTAN tinha decidido prorrogar o prazo. "O volume de armas é tal que ainda levaremos algum tempo a recolhê-las", admitiu. "Mas a operaçao está sendo realizada muito melhor do que esperávamos. Penso que a populaçao está tentando entregar tudo o que tem em seu poder'', ressaltou o militar.

Em Orahovac, cenário no ano passado de intensos combates entre sérvios e componentes do Exército de Libertaçao de Kosovo, soldados holandeses e alemaes estavam prontos para realizar uma batida entre a populaçao sérvia, depois da detençao de três sérvios acusados de cometer atrocidades contra habitantes de etnia albanesa.

Nas primeiras horas de sábado, forças alemas e holandesas colocaram cartazes no distrito sérvio com os nomes dos que tinham recebido armas da polícia sérvia, ordenando que essas pessoas as devolvessem em pontos de coleta da OTAN no centro do povoado. "Se acatarem essas instruçoes estarao livres de puniçao", diziam os cartazes, acrescentando que os membros da força de paz iniciariam batidas casa por casa ao final do prazo fixado. "Se encontrarmos alguma arma, o proprietário será preso", advertia o cartaz.

Na tarde deste sábado, moradores sérvios haviam entregue 600 armas e, na manha deste domingo, continuavam entregando, em ritmo mais lento, informaram os soldados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;