Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Inmet prevê o dia mais seco do ano para terça-feira


Do Diário do Grande ABC

30/08/1999 | 20:31


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para terça-feira o dia mais seco do ano no Distrito Federal, onde a estiagem anda castigando a populaçao com índices abaixo dos 20% nos últimos dias. Nesta segunda-feira, a umidade chegou a 19% e, segundo o meteorologista Francisco Alves, o índice pode atingir 18% ou menos no início da tarde de terça-feira.

Segundo a Organizaçao Mundial de Saúde (OMS), quando a umidade relativa do ar cai abaixo dos 30%, o ser humano começa a se sentir desconfortável. Abaixo dos 13%, de acordo com a Organizaçao Internacional do Trabalho (OIT), todas as atividades realizadas com exposiçao ao sol devem ser interrompidas.

Apesar de os índices registrados este ano em Brasília já provocarem grande desconforto, especialmente em pessoas idosas e crianças, a situaçao no ano passado foi ainda mais grave: em setembro de 1998, o Inmet registrou umidade relativa do ar de 12%, apenas um ponto acima dos dias mais secos já registrados na capital, em setembro e outubro de 1994, quando o índice caiu para 11%. Em 1999, até agora, o dia 14 de agosto foi o mais seco do ano, com umidade relativa de 18%.

A maior umidade, segundo Chagas, se deve ao fenômeno La Niña, que impulsiona massas de ar frio para o centro do continente e pode antecipar a temporada de chuvas. ''Normalmente, as chuvas só retornam na segunda quinzena de setembro. Mas, este ano, é possível que ocorra precipitaçao ainda no início do mês``, afirma o meteorologista. Segundo ele, isto pode ajudar a reduzir o alastramento de queimadas na regiao Centro-Oeste.

As temperaturas acima de 30 graus centígrados que vêm sendo registradas durante o dia no Distrito Federal contribuem para que os índices de umidade do período fiquem entre os mais baixos deste ano. Também colaboram os chamados litometeoros, como a névoa seca, a fumaça de queimadas e as nuvens de poeira que se desprendem do solo ressecado. A baixa umidade pode provocar problemas respiratórios, como bronquites, cansaço, falta de apetite e vômitos, especialmente em crianças.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inmet prevê o dia mais seco do ano para terça-feira

Do Diário do Grande ABC

30/08/1999 | 20:31


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para terça-feira o dia mais seco do ano no Distrito Federal, onde a estiagem anda castigando a populaçao com índices abaixo dos 20% nos últimos dias. Nesta segunda-feira, a umidade chegou a 19% e, segundo o meteorologista Francisco Alves, o índice pode atingir 18% ou menos no início da tarde de terça-feira.

Segundo a Organizaçao Mundial de Saúde (OMS), quando a umidade relativa do ar cai abaixo dos 30%, o ser humano começa a se sentir desconfortável. Abaixo dos 13%, de acordo com a Organizaçao Internacional do Trabalho (OIT), todas as atividades realizadas com exposiçao ao sol devem ser interrompidas.

Apesar de os índices registrados este ano em Brasília já provocarem grande desconforto, especialmente em pessoas idosas e crianças, a situaçao no ano passado foi ainda mais grave: em setembro de 1998, o Inmet registrou umidade relativa do ar de 12%, apenas um ponto acima dos dias mais secos já registrados na capital, em setembro e outubro de 1994, quando o índice caiu para 11%. Em 1999, até agora, o dia 14 de agosto foi o mais seco do ano, com umidade relativa de 18%.

A maior umidade, segundo Chagas, se deve ao fenômeno La Niña, que impulsiona massas de ar frio para o centro do continente e pode antecipar a temporada de chuvas. ''Normalmente, as chuvas só retornam na segunda quinzena de setembro. Mas, este ano, é possível que ocorra precipitaçao ainda no início do mês``, afirma o meteorologista. Segundo ele, isto pode ajudar a reduzir o alastramento de queimadas na regiao Centro-Oeste.

As temperaturas acima de 30 graus centígrados que vêm sendo registradas durante o dia no Distrito Federal contribuem para que os índices de umidade do período fiquem entre os mais baixos deste ano. Também colaboram os chamados litometeoros, como a névoa seca, a fumaça de queimadas e as nuvens de poeira que se desprendem do solo ressecado. A baixa umidade pode provocar problemas respiratórios, como bronquites, cansaço, falta de apetite e vômitos, especialmente em crianças.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;