Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Suécia assume presidência da Uniao Européia nesta 2ª


Das Agências

31/12/2000 | 13:48


A Suécia, que assume nesta segunda-feira a presidência rotativa da Uniao Européia (UE) com a intençao de colocar em prática os ambiciosos projetos dos Quinze para 2001, mantém postura distanciada dos preparativos para adoçao do euro em 2002, principal meta do grupo este ano.

Estocolmo, que preside a UE pela primeira vez desde sua adesao em 1995, afirmou que concentraria seus esforços em três temas principais: a expansao da UE ao Leste, novas diretrizes de emprego e proteçao do meio ambiente. O primeiro-ministro sueco, Goeran Persson, falou ainda sobre a necessidade de melhorar as relaçoes entre com a Rússia.

A Suécia é um dos países da UE, com a Dinamarca e Gra-Bretanha, que decidiram conservar suas moedas nacionais, pelo menos na primeira etapa da conversao. Apesar disso, Estocolmo prometeu tomar as medidas necessárias para garantir a implementaçao da uniao monetária.

O pouco interesse da Suécia nos preparativos para a adoçao do euro deve ser minimizada pelo "Grupo Euro", formado por ministros das Relaçoes Exteriores de 12 países, liderados pela Bélgica no momento, que vai presidir a UE no segundo semestre de 2001.

Durante o próximo ano, deve ser garantida a emissao de cédulas e moedas que serao colocadas em circulaçao no dia primeiro de 2002. A partir desta data, cerca de 300 milhoes de europeus passarao a usá-las em suas transaçoes diárias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suécia assume presidência da Uniao Européia nesta 2ª

Das Agências

31/12/2000 | 13:48


A Suécia, que assume nesta segunda-feira a presidência rotativa da Uniao Européia (UE) com a intençao de colocar em prática os ambiciosos projetos dos Quinze para 2001, mantém postura distanciada dos preparativos para adoçao do euro em 2002, principal meta do grupo este ano.

Estocolmo, que preside a UE pela primeira vez desde sua adesao em 1995, afirmou que concentraria seus esforços em três temas principais: a expansao da UE ao Leste, novas diretrizes de emprego e proteçao do meio ambiente. O primeiro-ministro sueco, Goeran Persson, falou ainda sobre a necessidade de melhorar as relaçoes entre com a Rússia.

A Suécia é um dos países da UE, com a Dinamarca e Gra-Bretanha, que decidiram conservar suas moedas nacionais, pelo menos na primeira etapa da conversao. Apesar disso, Estocolmo prometeu tomar as medidas necessárias para garantir a implementaçao da uniao monetária.

O pouco interesse da Suécia nos preparativos para a adoçao do euro deve ser minimizada pelo "Grupo Euro", formado por ministros das Relaçoes Exteriores de 12 países, liderados pela Bélgica no momento, que vai presidir a UE no segundo semestre de 2001.

Durante o próximo ano, deve ser garantida a emissao de cédulas e moedas que serao colocadas em circulaçao no dia primeiro de 2002. A partir desta data, cerca de 300 milhoes de europeus passarao a usá-las em suas transaçoes diárias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;