Fechar
Publicidade

Sábado, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Austrália diz que é "provável" que peça encontrada no mar seja do voo MH370

AP Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Aeronave da Malaysia Airlines desapareceu em
março de 2014; peça foi achada no Oceano Índico



06/08/2015 | 00:02


O governo da Austrália optou por um tom ponderado e afirmou, por meio de um comunicado, que há uma "alta probabilidade" de a peça encontrada próximo à ilha de Reunião, no Oceano Índico, ser do avião da Malaysia Airlines desaparecido em março do ano passado.

"O fato de que estes destroços encontrados agora se parecem muito com o MH370, o que parece confirmar que ele caiu no Oceano Índico, de forma muito consistente com o padrão de pesquisa que temos vindo a utilizar durante os últimos meses", disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, à rádio 3AW, de Melbourne.

Mais cedo, o governo da Malásia e a companhia aérea haviam confirmado que a parte da asa de um Boeing, conhecida como flaperon, era do voo MH370. "É com o coração pesado que eu digo que a equipe de especialistas da organização internacional confirmou que os destroços encontrados são do voo 370 da Malaysia Airlines", disse o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak a repórteres.

Com o tom cauteloso do governo australiano, as famílias dos passageiros do MH370 se desesperaram. "Por que vem com uma confirmação e alguém diz depois que não é bem assim?", afirmou Sara Weeks, cujo irmão Paul Weeks estava a bordo do voo. "As famílias não precisam passar por mais essa turbulência", afirmou.

O Boeing 777 desapareceu em 8 de julho enquanto viajava de Kuala Lumpur para Pequim. Acredita-se que a aeronave tenha caído no oceano Índico, mas a razão da queda ainda é um dos maiores mistérios da história da aviação. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Austrália diz que é "provável" que peça encontrada no mar seja do voo MH370

Aeronave da Malaysia Airlines desapareceu em
março de 2014; peça foi achada no Oceano Índico


06/08/2015 | 00:02


O governo da Austrália optou por um tom ponderado e afirmou, por meio de um comunicado, que há uma "alta probabilidade" de a peça encontrada próximo à ilha de Reunião, no Oceano Índico, ser do avião da Malaysia Airlines desaparecido em março do ano passado.

"O fato de que estes destroços encontrados agora se parecem muito com o MH370, o que parece confirmar que ele caiu no Oceano Índico, de forma muito consistente com o padrão de pesquisa que temos vindo a utilizar durante os últimos meses", disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, à rádio 3AW, de Melbourne.

Mais cedo, o governo da Malásia e a companhia aérea haviam confirmado que a parte da asa de um Boeing, conhecida como flaperon, era do voo MH370. "É com o coração pesado que eu digo que a equipe de especialistas da organização internacional confirmou que os destroços encontrados são do voo 370 da Malaysia Airlines", disse o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak a repórteres.

Com o tom cauteloso do governo australiano, as famílias dos passageiros do MH370 se desesperaram. "Por que vem com uma confirmação e alguém diz depois que não é bem assim?", afirmou Sara Weeks, cujo irmão Paul Weeks estava a bordo do voo. "As famílias não precisam passar por mais essa turbulência", afirmou.

O Boeing 777 desapareceu em 8 de julho enquanto viajava de Kuala Lumpur para Pequim. Acredita-se que a aeronave tenha caído no oceano Índico, mas a razão da queda ainda é um dos maiores mistérios da história da aviação. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;