Fechar
Publicidade

Sábado, 30 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bomba de atentado a McDonald's francês foi roubada pelo ETA


Do Diário do Grande ABC

20/04/2000 | 09:00


O explosivo usado no atentado em uma loja da rede de lanchonetes Mc Donald's na França, que deixou uma funcionária morta nessa quarta-feira, é "da mesma natureza e origem" que o explosivo roubado em Plevin (Bretanha), em setembro passado, por independentistas bretoes e militantes bascos da ETA, informou nesta quinta-feira uma fonte ligada à investigaçao do caso.

Uma parte da reserva de oito toneladas de dinamite foi utilizada pela ETA para cometer dois atentados com carros-bombas, que deixaram três mortos na Espanha, desde janeiro.

Uma dúzia de suspeitos, entre eles independentistas bretoes do Exército Revoluncionário Bretao (ERB) e membros ou simpatizantes da organizaçao separatista basca ETA, foram acusados e presos no caso do roubo de explosivos.

O mesmo tipo de explosivo foi encontrado nessa quarta-feira, num pacote depositado numa agência dos correios de Rennes (Noroeste da França), desativado pouco antes da explosao da outra bomba no restaurante Mc Donald's de Dinan, que matou uma funcionária de 28 anos.

O ataque ocorreu nesta quarta-feira em um McDonald's da cidade de Bretanha, Oeste da França, e matou uma funcionária.

A explosao ocorreu às 10 horas (locais), no guichê de atendimento a motoristas na parte de trás da lanchonete de Quevert, próxima a Dinan (Norte da Bretanha), contaram membros da equipe de resgate, destruindo vidraças, fazendo desabar parte do teto e formando uma grande cratera. O rapaz morto na explosao nao foi identificado.

O porta-voz do McDonald's Etienne Auissedat disse que o ataque chocou a todos. "Nós estamos arrasados. Nossos pensamentos estao voltados para a vítima e sua família. O mais importante é a segurança de nossos funcionários".

A rede de lanchonetes McDonald's, enquanto símbolo do domínio cultural americano, vem sendo alvo de abusos e alguma violência física na França.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bomba de atentado a McDonald's francês foi roubada pelo ETA

Do Diário do Grande ABC

20/04/2000 | 09:00


O explosivo usado no atentado em uma loja da rede de lanchonetes Mc Donald's na França, que deixou uma funcionária morta nessa quarta-feira, é "da mesma natureza e origem" que o explosivo roubado em Plevin (Bretanha), em setembro passado, por independentistas bretoes e militantes bascos da ETA, informou nesta quinta-feira uma fonte ligada à investigaçao do caso.

Uma parte da reserva de oito toneladas de dinamite foi utilizada pela ETA para cometer dois atentados com carros-bombas, que deixaram três mortos na Espanha, desde janeiro.

Uma dúzia de suspeitos, entre eles independentistas bretoes do Exército Revoluncionário Bretao (ERB) e membros ou simpatizantes da organizaçao separatista basca ETA, foram acusados e presos no caso do roubo de explosivos.

O mesmo tipo de explosivo foi encontrado nessa quarta-feira, num pacote depositado numa agência dos correios de Rennes (Noroeste da França), desativado pouco antes da explosao da outra bomba no restaurante Mc Donald's de Dinan, que matou uma funcionária de 28 anos.

O ataque ocorreu nesta quarta-feira em um McDonald's da cidade de Bretanha, Oeste da França, e matou uma funcionária.

A explosao ocorreu às 10 horas (locais), no guichê de atendimento a motoristas na parte de trás da lanchonete de Quevert, próxima a Dinan (Norte da Bretanha), contaram membros da equipe de resgate, destruindo vidraças, fazendo desabar parte do teto e formando uma grande cratera. O rapaz morto na explosao nao foi identificado.

O porta-voz do McDonald's Etienne Auissedat disse que o ataque chocou a todos. "Nós estamos arrasados. Nossos pensamentos estao voltados para a vítima e sua família. O mais importante é a segurança de nossos funcionários".

A rede de lanchonetes McDonald's, enquanto símbolo do domínio cultural americano, vem sendo alvo de abusos e alguma violência física na França.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;