Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Piauiense é o único brasileiro a completar a maratona em Pequim


Da AFP

24/08/2008 | 06:01


O piauiense José Teles de Souza, o único brasileiro a completar a maratona dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, disse que esperava pelas dificuldades, principalmente o tempo muito abafado, mas não desistiu porque sua meta era terminar a prova.

Nascido em Rio Grande do Piauí, a 337 km da capital Teresina, onde vive e começou as práticas esportivas, levado pelo irmão Adalberto Teles, um dos principais fundistas do país nos anos 80.

José Teles largou no primeiro pelotão, mas rapidamente mudou de idéia. "Comecei com ritmo forte, mas a partir do segundo quilômetro tive que soltar. Minha estratégia era chegar no meio da prova entre 1h08 e 1h09m. Se possível, a intenção era virar com a mesma marca no segundo trecho", disse.

Ele fez exatamente o que planejou. Chegou na metade da corrida em 1h09m05, no 71º lugar. Manteve o ritmo e foi deixando para trás os adversários cansados - ultrapassou 33 atletas, quase a metade dos que estavam à sua frente.

O piauiense confessou que pensou em ser maratonista aos 17 anos, quando assistiu a prova dos Jogos Olímpicos de Seul-1988, quando era ainda um adolescente.

"Eu tinha 17 anos e acompanhei de minha cidade pela TV a maratona dos Jogos Olímpicos de Seul-88. Fiquei emocionado vendo a prova e pensei: 'um dia vou correr esse trem'. Participei de uma corrida levado pelo meu irmão, cheguei em terceiro e resolvi entrar nessa para valer", disse José Teles, que participou pela primeira vez de uma Olimpíada.

Estrear em Jogos Olímpicos e completar a maratona mexeu com o atleta. "Minha missão era terminar a prova. Na hora da entrada no estádio e quando se dá a volta na pista, bate a sensação do sonho realizado. Você começou de baixo e chegou no topo", ressaltou emocionado.

Os dois outros brasileiros não terminaram a maratona. Franck Caldeira abandonou antes dos 25 km e Marilson dos Santos antes dos 35 km.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Piauiense é o único brasileiro a completar a maratona em Pequim

Da AFP

24/08/2008 | 06:01


O piauiense José Teles de Souza, o único brasileiro a completar a maratona dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, disse que esperava pelas dificuldades, principalmente o tempo muito abafado, mas não desistiu porque sua meta era terminar a prova.

Nascido em Rio Grande do Piauí, a 337 km da capital Teresina, onde vive e começou as práticas esportivas, levado pelo irmão Adalberto Teles, um dos principais fundistas do país nos anos 80.

José Teles largou no primeiro pelotão, mas rapidamente mudou de idéia. "Comecei com ritmo forte, mas a partir do segundo quilômetro tive que soltar. Minha estratégia era chegar no meio da prova entre 1h08 e 1h09m. Se possível, a intenção era virar com a mesma marca no segundo trecho", disse.

Ele fez exatamente o que planejou. Chegou na metade da corrida em 1h09m05, no 71º lugar. Manteve o ritmo e foi deixando para trás os adversários cansados - ultrapassou 33 atletas, quase a metade dos que estavam à sua frente.

O piauiense confessou que pensou em ser maratonista aos 17 anos, quando assistiu a prova dos Jogos Olímpicos de Seul-1988, quando era ainda um adolescente.

"Eu tinha 17 anos e acompanhei de minha cidade pela TV a maratona dos Jogos Olímpicos de Seul-88. Fiquei emocionado vendo a prova e pensei: 'um dia vou correr esse trem'. Participei de uma corrida levado pelo meu irmão, cheguei em terceiro e resolvi entrar nessa para valer", disse José Teles, que participou pela primeira vez de uma Olimpíada.

Estrear em Jogos Olímpicos e completar a maratona mexeu com o atleta. "Minha missão era terminar a prova. Na hora da entrada no estádio e quando se dá a volta na pista, bate a sensação do sonho realizado. Você começou de baixo e chegou no topo", ressaltou emocionado.

Os dois outros brasileiros não terminaram a maratona. Franck Caldeira abandonou antes dos 25 km e Marilson dos Santos antes dos 35 km.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;