Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Banco do Brasil cria linha de R$ 36,7 bilhões


Do Diário do Grande ABC

02/09/2009 | 07:00


O BB (Banco do Brasil) anunciou ontem um conjunto de medidas com as quais ampliará a concessão de crédito em R$ 36,7 bilhões. De acordo com a instituição, serão beneficiados 1,2 milhão de clientes pessoa física, 240 mil micro e pequenas empresas, 11 mil produtores rurais e outras 4.000 prefeituras.

Segundo nota divulgada pelo BB, a ampliação da carteira de crédito vem no momento adequado, baseando-se na recuperação gradativa da economia do País. É a terceira vez neste ano que o banco federal anuncia iniciativas para ampliar sua carteira de empréstimos.

No segmento de pessoas físicas, o BB aumentou o limite das operações com crediário - financiamento feito diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados - no total de R$ 12,7 bilhões. A linha de empréstimos para compra de materiais de construção é responsável pela maior parte dessa carteira. Com o aquecimento do mercado imobiliário nos últimos meses, o banco aposta na maior demanda por essa linha. Com foco no financiamento ao consumo, o BB também elevou os limites do cartão de crédito e das operações de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) dos clientes pessoa física. No total, esse grupo terá mais R$ 5 bilhões para financiar suas compras. Em maio, o BB já havia elavado o limite para operações de crédito de 10 milhões de clientes pessoa física em aproximadamente R$ 13 bilhões.

As medidas do banco para micro e pequenas empresas significarão aumento de R$ 13,9 bilhões em limite pré-aprovado para financiar as operações de investimento de 240 mil clientes. O segmento contará ainda com novas condições para antecipar as vendas futuras com cartão de crédito da bandeira Visa. O prazo de pagamento foi ampliado de 12 para 24 meses e foram identificados clientes com potencial para ampliação dos limites.

Para amparar as operações de estocagem, o BB também elevou o limite de crédito de 10,6 mil produtores rurais, que apresentam bom histórico de pagamento e baixo perfil de risco, no montante de R$ 1,4 bilhão. Com isso, o banco pretende garantir que esses produtores tenham recursos para estocar a safra colhida.

As medidas do BB também beneficiarão cerca de 4.000 prefeituras, disponibilizando mais R$ 3,1 bilhões para financiamentos do Provias (Programa de Intervenções Viárias).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Banco do Brasil cria linha de R$ 36,7 bilhões

Do Diário do Grande ABC

02/09/2009 | 07:00


O BB (Banco do Brasil) anunciou ontem um conjunto de medidas com as quais ampliará a concessão de crédito em R$ 36,7 bilhões. De acordo com a instituição, serão beneficiados 1,2 milhão de clientes pessoa física, 240 mil micro e pequenas empresas, 11 mil produtores rurais e outras 4.000 prefeituras.

Segundo nota divulgada pelo BB, a ampliação da carteira de crédito vem no momento adequado, baseando-se na recuperação gradativa da economia do País. É a terceira vez neste ano que o banco federal anuncia iniciativas para ampliar sua carteira de empréstimos.

No segmento de pessoas físicas, o BB aumentou o limite das operações com crediário - financiamento feito diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados - no total de R$ 12,7 bilhões. A linha de empréstimos para compra de materiais de construção é responsável pela maior parte dessa carteira. Com o aquecimento do mercado imobiliário nos últimos meses, o banco aposta na maior demanda por essa linha. Com foco no financiamento ao consumo, o BB também elevou os limites do cartão de crédito e das operações de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) dos clientes pessoa física. No total, esse grupo terá mais R$ 5 bilhões para financiar suas compras. Em maio, o BB já havia elavado o limite para operações de crédito de 10 milhões de clientes pessoa física em aproximadamente R$ 13 bilhões.

As medidas do banco para micro e pequenas empresas significarão aumento de R$ 13,9 bilhões em limite pré-aprovado para financiar as operações de investimento de 240 mil clientes. O segmento contará ainda com novas condições para antecipar as vendas futuras com cartão de crédito da bandeira Visa. O prazo de pagamento foi ampliado de 12 para 24 meses e foram identificados clientes com potencial para ampliação dos limites.

Para amparar as operações de estocagem, o BB também elevou o limite de crédito de 10,6 mil produtores rurais, que apresentam bom histórico de pagamento e baixo perfil de risco, no montante de R$ 1,4 bilhão. Com isso, o banco pretende garantir que esses produtores tenham recursos para estocar a safra colhida.

As medidas do BB também beneficiarão cerca de 4.000 prefeituras, disponibilizando mais R$ 3,1 bilhões para financiamentos do Provias (Programa de Intervenções Viárias).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;