Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Infeliz, Nairo dá nota 5 ao Azulão e admite fazer mudanças

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Futuro de Martins e jogadores está em aberto após eliminação do S.Caetano na Copa Paulista


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

15/11/2016 | 07:00


A eliminação do São Caetano na semifinal da Copa Paulista para a Ferroviária, no sábado, e a consequente ausência de torneios nacionais por mais um ano deixaram o presidente azulino Nairo Ferreira de Souza muito descontente. Em entrevista ao Diário, ele deu nota 5 à campanha da equipe, adiantou que a partir de agora “as coisas vão mudar”, mas não quis falar a respeito do futuro do técnico Luís Carlos Martins, que tem contrato até o fim da Série A-2 do Paulista de 2017.

“O importante é chegar nas finais, não adianta ficar bem classificado na fase inicial e ser desclassificado nos pênaltis. Tínhamos que ter decidido contra a Ferroviária em casa. Se for avaliar, (a nota) é 5”, disse. “O que faltou foi mais comprometimento. Chegar e focar naquilo que se pretende. Isso vai ser avaliado com muito carinho, tanto em relação aos atletas quanto ao treinador. Algo tem que ser feito”, avaliou o mandatário.

“Temos que rever o que está acontecendo. Não pode chegar em quatro competições e não colher nenhuma (sem acesso nas séries A-2 de 2015 e 2016, e na Série D do Brasileiro de 2015, além da Copa Paulista). É um absurdo. As coisas vão mudar”, chiou. “A parte extracampo foi feita. Não falta nada para ninguém”, destacou.

Apesar de não citar nomes, Nairo se mostrou chateado com atletas que perderam pênaltis na disputa contra a Ferroviária – Daniel Costa e Sandoval desperdiçaram suas cobranças.

“Bater pênalti é competência, não sorte. Tem que ir com tesão. Não culpo ninguém. Só que tem que ter sangue na veia. Não pode errar”, desabafou.

O presidente disse que só tomará alguma medida a partir de amanhã, quando o grupo se reapresenta. Segundo o dirigente, haverá uma conversa com todos, diretoria incluída, e será colocada a posição do São Caetano sobre o futuro.

“Quem tiver contente fica, quem não estiver, sai. Tem um monte de clubes para trabalhar. Temos que pensar no São Caetano”, explicou ele.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Infeliz, Nairo dá nota 5 ao Azulão e admite fazer mudanças

Futuro de Martins e jogadores está em aberto após eliminação do S.Caetano na Copa Paulista

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

15/11/2016 | 07:00


A eliminação do São Caetano na semifinal da Copa Paulista para a Ferroviária, no sábado, e a consequente ausência de torneios nacionais por mais um ano deixaram o presidente azulino Nairo Ferreira de Souza muito descontente. Em entrevista ao Diário, ele deu nota 5 à campanha da equipe, adiantou que a partir de agora “as coisas vão mudar”, mas não quis falar a respeito do futuro do técnico Luís Carlos Martins, que tem contrato até o fim da Série A-2 do Paulista de 2017.

“O importante é chegar nas finais, não adianta ficar bem classificado na fase inicial e ser desclassificado nos pênaltis. Tínhamos que ter decidido contra a Ferroviária em casa. Se for avaliar, (a nota) é 5”, disse. “O que faltou foi mais comprometimento. Chegar e focar naquilo que se pretende. Isso vai ser avaliado com muito carinho, tanto em relação aos atletas quanto ao treinador. Algo tem que ser feito”, avaliou o mandatário.

“Temos que rever o que está acontecendo. Não pode chegar em quatro competições e não colher nenhuma (sem acesso nas séries A-2 de 2015 e 2016, e na Série D do Brasileiro de 2015, além da Copa Paulista). É um absurdo. As coisas vão mudar”, chiou. “A parte extracampo foi feita. Não falta nada para ninguém”, destacou.

Apesar de não citar nomes, Nairo se mostrou chateado com atletas que perderam pênaltis na disputa contra a Ferroviária – Daniel Costa e Sandoval desperdiçaram suas cobranças.

“Bater pênalti é competência, não sorte. Tem que ir com tesão. Não culpo ninguém. Só que tem que ter sangue na veia. Não pode errar”, desabafou.

O presidente disse que só tomará alguma medida a partir de amanhã, quando o grupo se reapresenta. Segundo o dirigente, haverá uma conversa com todos, diretoria incluída, e será colocada a posição do São Caetano sobre o futuro.

“Quem tiver contente fica, quem não estiver, sai. Tem um monte de clubes para trabalhar. Temos que pensar no São Caetano”, explicou ele.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;