Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Aposentado esbanja vitalidade e faz prova com prótese no fêmur

Walter Genésio Fuzzo, 82 anos, dribla dificuldades e se mantém na ativa, tendo sido destaque na etapa de São Bernardo do Circuito regional


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

05/07/2015 | 07:00


Walter Genésio Fuzzo é um daqueles personagens que nos faz ter vergonha de arrumar desculpa para não praticar atividade física. Aos 82 anos, o alfaiate aposentado de São Bernardo tinha motivos para preferir o sofá, afinal, além da idade avançada, teve de colocar prótese no fêmur há seis anos. Contrariando o pedido dos filhos, no entanto, decidiu lutar contra seus limites e retomar paixão que o acometeu desde os 47 anos: a corrida de rua.

A etapa de São Bernardo, a segunda do Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, disputada dia 21, foi o retorno oficial do veterano às provas pedestres. Por conta da prótese, há seis anos ele tinha se afastado das competições e escolheu justamente a disputa regional para o recomeço. “Tinha parado, mas agora fui liberado pelos médicos para voltar a correr. Essa é a minha grande paixão”, afirma o aposentado.

Walter fez corrida à parte e não se importou em ser o último a cruzar a linha de chegada em São Bernardo, completando os dez quilômetros em exatos 1h37min21s. A medalha, aliás, já está ao lado das mais de 230 que o são-bernardense acumula em 35 anos de provas pedestres.

Se atualmente é diversão, antigamente as corridas de rua ocupavam boa parte do tempo do ex-alfaiate. Walter chegou a correr profissionalmente pelo São Paulo Futebol Clube e disputou importantes provas internacionais, principalmente em Portugal, Espanha, Argentina e Uruguai.

“Cheguei ao São Paulo quando treinava no Ibirapuera e eles estavam atrás de atletas de rua. Fiz o teste e passei. Corria em tudo que é prova, dentro e fora do Brasil”, conta ele, que também influenciou a mulher Alice a participar.  “Eu ia com ele para acompanhar”, diz ela.

Walter treina por pelo menos uma hora e meia todos os dias e agora vem sendo acompanhando semanalmente por um personal trainer para conseguir fortalecimento muscular, principalmente para suportar o ritmo da prova. O próximo desafio do aposentado já está definido; será a etapa de São Caetano do Circuito, prova que será disputada no dia 26, com largada a partir das 8h.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aposentado esbanja vitalidade e faz prova com prótese no fêmur

Walter Genésio Fuzzo, 82 anos, dribla dificuldades e se mantém na ativa, tendo sido destaque na etapa de São Bernardo do Circuito regional

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

05/07/2015 | 07:00


Walter Genésio Fuzzo é um daqueles personagens que nos faz ter vergonha de arrumar desculpa para não praticar atividade física. Aos 82 anos, o alfaiate aposentado de São Bernardo tinha motivos para preferir o sofá, afinal, além da idade avançada, teve de colocar prótese no fêmur há seis anos. Contrariando o pedido dos filhos, no entanto, decidiu lutar contra seus limites e retomar paixão que o acometeu desde os 47 anos: a corrida de rua.

A etapa de São Bernardo, a segunda do Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, disputada dia 21, foi o retorno oficial do veterano às provas pedestres. Por conta da prótese, há seis anos ele tinha se afastado das competições e escolheu justamente a disputa regional para o recomeço. “Tinha parado, mas agora fui liberado pelos médicos para voltar a correr. Essa é a minha grande paixão”, afirma o aposentado.

Walter fez corrida à parte e não se importou em ser o último a cruzar a linha de chegada em São Bernardo, completando os dez quilômetros em exatos 1h37min21s. A medalha, aliás, já está ao lado das mais de 230 que o são-bernardense acumula em 35 anos de provas pedestres.

Se atualmente é diversão, antigamente as corridas de rua ocupavam boa parte do tempo do ex-alfaiate. Walter chegou a correr profissionalmente pelo São Paulo Futebol Clube e disputou importantes provas internacionais, principalmente em Portugal, Espanha, Argentina e Uruguai.

“Cheguei ao São Paulo quando treinava no Ibirapuera e eles estavam atrás de atletas de rua. Fiz o teste e passei. Corria em tudo que é prova, dentro e fora do Brasil”, conta ele, que também influenciou a mulher Alice a participar.  “Eu ia com ele para acompanhar”, diz ela.

Walter treina por pelo menos uma hora e meia todos os dias e agora vem sendo acompanhando semanalmente por um personal trainer para conseguir fortalecimento muscular, principalmente para suportar o ritmo da prova. O próximo desafio do aposentado já está definido; será a etapa de São Caetano do Circuito, prova que será disputada no dia 26, com largada a partir das 8h.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;