Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Concurso premia debate sobre direitos dos jovens

Projeto de Ester Regina, da Emeief Demercindo da Costa Brandão, ficou em primeiro lugar


Camila Galvez
Do Diário do Grande ABC

15/12/2011 | 07:00


O prêmio máximo do concurso Grandes Professores, Grandes Lições, iniciativa do Diário com apoio da Prefeitura de Santo André, foi para projeto que ensina as crianças sobre seus direitos - e também deveres. A ação, desenvolvida na Emeief Demercindo da Costa Brandão pela professora Ester Regina de Almeida, foi reconhecida em cerimônia realizada ontem, no Centro de Formação de Professores Clarice Lispector. O prêmio foi um cheque de R$ 10 mil e bolsa de estudos para pós-graduação.

A docente não escondeu a emoção: "Começamos a trabalhar o tema a partir de um aluno que levou para a sala de aula a notícia de que um bebê havia sido abandonado numa caçamba de lixo. Então, resolvi estimular as crianças a conhecer e refletir sobre aquilo que elas têm direito." Os estudantes contaram com a ajuda especial da Turma da Mônica, que explica por meio de um gibi e com linguagem apropriada os conceitos do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Em segundo lugar, e com prêmio de R$ 5.000 na mão, a educadora Gilzane Santos Machil, da Emeief Prof. João de Barros Pinto, resgatou histórias de família. "Tive problemas de disciplina com alguns e precisava encontrar um meio de estimulá-los a ter respeito pelo próximo. Achamos na família a solução."

O projeto desenvolvido pela professora Regina Campos na Emeief Maria Cecília Derzan Rocha conquistou o terceiro lugar e levou para casa prêmio de R$ 2.500. A docente percebeu a dificuldade de escrita dos pequenos e resolveu estimulá-los a escrever sobre o cotidiano da sala de aula. "Quando vi, estávamos discutindo e resolvendo os problemas por meio do diário, o que trouxe melhorias para a convivência entre os alunos."

INICIATIVA

O concurso teve participação de 51 educadores de Ensino Fundamental e Infantil da cidade. Seus projetos ajudam a melhorar a qualidade do ensino em Santo André, segundo a secretária de Educação Cleide Bochixio. "Esse concurso não foi para criar ações, mas para mostrar o que já fazemos nas escolas. É um estímulo para que os jovens busquem o magistério, pois precisamos de mais professores capacitados e com amor pelo que fazem."

O prefeito Aidan Ravin (PTB), que também participou da premiação, destacou que o concurso é forma de resgatar a admiração e respeito pelos professores que havia no passado. "Com destinação de recursos, força e garra se consegue construir Educação de qualidade."



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;